Por aí a fora (em homenagem ao comandante Barcellos)

                                                               Foto: Elton Tavares
Hoje (16), o ex governador do Amapá, Annibal Barcellos foi sepultado no Cemitério Nossa Senhora da Conceição, em Macapá. Centenas de pessoas compareceram ao seu velório, realizado na Assembléia Legislativa do Estado (ALE/AP). Na ocasião, o governador do Amapá, Camilo Capiberibe, anunciou o que Rodovia Norte Sul, que é uma das grandes obras da gestão atual, receberá o nome do saudoso comandante. Uma justa homenagem!
O cortejo, com direito a homenagens em frente ao Palácio do Setentrião, foi acompanhado por políticos, empresários e centenas de populares.  O enterro do comandante contou com honras militares, já que Barcellos era oficial da Marinha do Brasil.
Foto: Elton Tavares
Durante os discursos das autoridades presentes no velório do falecido comandante, todos mencionaram que Barcellos construiu prédios públicos e estruturou o então Território Federal do Amapá para tornar-se Estado. Mas o ex governador fez muito mais que isso, leiam o texto do meu, tio Pedro Aurélio Penha Tavares, que hoje é auditor do Tribunal de Contas do Estado (TCE), mas foi chefe de Gabinete e secretário de Estado da Administração do velho comandante:
Por aí a fora
                                                      
Comandante Barcellos – Imagem : Google.
Além de todas as obras realizadas pelo comandante Barcellos, visando a estruturação do futuro Estado do Amapá, quando esta terra ainda era Território Federal, o então governador valorizou e capacitou jovens técnicos amapaenses.
Barcellos se preocupou em preparar homens, como constatamos hoje, para comandarem o Amapá. Ele deu condições para muitos cursarem o Nível Superior fora do Amapá, dando bolsas de estudo aos mais carentes e liberando funcionários públicos para se deslocarem a outros estados, em busca do sonhado 3º grau.
Essas pessoas foram prestigiadas quando retornaram ao Amapá, pois muitas delas foram nomeadas para ocuparem cargos na estrutura do Governo de Annibal Barcellos. Essa preocupação com a formação teve continuidade, vários destes amapaenses fizeram especializações e assumiram postos relevantes na gestão do comandante.
Dentre os jovens técnicos que tiveram oportunidade no Governo de Barcellos podemos citar: o delegado Antônio Cardoso, que foi secretário de Segurança pública; o professor Antonei Lima, que foi secretário de Educação; o engenheiro agrônomo Iraçu Colares, secretário de Agricultura; o administrador Pedro Aurélio Penha Tavares, secretário de Administração; o médico Papaléo Paes, secretário de Saúde; o economista Regildo Salomão, também secretário de Administração, entre tantos outros.
O comandante também deu oportunidade a jovens que não cursaram o nível superior, mas por demonstrarem competência, ocuparam cargos chaves e contribuíram para o desenvolvimento do Amapá. Esse fato mostrou que a preocupação do comandante Barcellos, “efetivamente”, era com o Amapá como um todo.
O visionário
Barcellos chegou a ser questionado pela Justiça, por meio de Ação Popular,  quando resolveu construir a Assembléia Legislativa do Amapá, quando não havia deputados. Outro caso similar foi quando o comandante decidiu erguer o prédio do Banco do Estado do Amapá, quando não existia banco e muito menos Estado.
Valorização do amapaense
Vale salientar que, como já foi dito, o comandante sempre deu prioridade aos jovens, entre eles, vale salientar um caso. Quando Barcellos precisou nomear os desembargadores para o Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap), na cota destinada ao judiciário, o então governador procurou saber ser tinha algum amapaense juiz de Direito.
O comandante foi informado que tinha um sim, mas o juiz atuava no estado do Pará. Barcellos mandou chamá-lo e o nomeou desenbargador do Tjap, seu nome é Gilberto Pinheiro.

Trocando em miúdos, o comandante Barcellos deixou seu legado, uma história de amor pelo Amapá e pelos amapaenses.

Pedro Aurélio Penha Tavares (tio Pedro é o cara da foto à esquerda)
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

Commentários
  1. KOOKIMOTO MIRA
  2. Jaci Rocha

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*