Prefeitura de Macapá imuniza 17 mil pessoas no primeiro dia de vacinação contra a gripe

IMG-20160408-WA0031

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) saiu na frente e deu início na sexta-feira, 8, a mais uma edição da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. No primeiro dia, 17 mil pessoas foram imunizadas. A vacina está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde, das 8h às 17h, para as pessoas que compõem o público-alvo determinado pelo Ministério da Saúde, que são: bebês a partir de seis meses e crianças menores de cinco anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), idosos a partir dos 60 anos, gestantes, puérperas, pessoas com doenças crônicas, população privada de liberdade, trabalhadores do sistema prisional e os profissionais de saúde. A campanha continua até o dia 15 de maio.

A coordenadora municipal de Imunização, Jorsette Cantuária, reforça que neste primeiro momento somente as pessoas que fazem parte do grupo prioritário devem ir até uma unidade. “Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais deverão apresentar documentos como laudo médico, receita, carteirinhas doIMG-20160408-WA0003s programas de saúde, prescrição médica ou outro documento que comprove a sua condição clínica para receber a vacina. Essa medida é necessária para que não haja a possibilidade de extravio de doses para o público que não seja prioritário”.

Em todas as unidades está sendo disponibilizada uma sala extra para a vacinação contra a gripe e a separação do público por grupos, a fim de otimizar o atendimento. “Em algumas UBS’s as filas ocupavam os corredores. Tivemos uma grande procura neste primeiro dia, e é preciso que a população também tenha paciência. Todos os mecanismos para agilizar o atendimento foram implantados, como a criação de salas extras dentro das unidades e a separação do público por grupos”, informou Jorsette.

O aposentado Antônio Chucre, de 67 anos, procurou a UBS Rubim Aronovicth para se vacinar. “Há sete anos eu tomo religiosamente a vacina da gripe. Gostei que este ano fizeram uma fila exclusiva só para idosos e outra só para crianças. Como a maioria aqui é criança, não precisei esperar muito”.

Prevenção

O Ministério da Saúde reforça que, além da vacinação, a população deve adotar medidas de prevenção para evitar a infecção por gripe, como lavar sempre as mãos e evitar locais com aglomeração de pessoas que facilitam a transmissão de doenças respiratórias, cobrir a boca com o braço ao tossir ou espirrar, utilizar álcool gel nas mãos.

Jamile Moreira/Asscom Semsa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *