Profissionais da Escola SESI desenvolvem projeto para combater bullying e depressão

 


Com o intuito de estimular a inteligência emocional e auxiliar no combate ao bullying e à depressão, profissionais da Escola do Serviço Social da Indústria (SESI) Amapá desenvolveram o projeto Cuca Leve. O objetivo é proporcionar aos alunos do 7º ao 9º ano, oficinas de autoconhecimento, criação de texto e teatro, terapias de grupo e rodas de conversas.

Orientados pelos atores Ricardo e Rogério Blat, os jovens encenam textos de autoria própria, o que favorece maior envolvimento em assuntos de interesse da faixa etária em que eles se encontram. O intuito da iniciativa é incentivar a leitura e a criatividade, a fim de promover o saber por meio da ludicidade.

“Além de estimular o autoconhecimento e desenvolver a autoconfiança, o teatro é um exercício de aproximação das pessoas, que possibilita uma melhor percepção do mundo. A prática teatral contribui significativamente para melhorar a autoestima do indivíduo e o convívio coletivo. É uma das manifestações artísticas mais antigas e a terapia pela arte utiliza técnicas com a finalidade de desenvolver a memória e diminuir o sofrimento”, declarou Rogério Blat.

A orientadora educacional do SESI, Rafaela Mathias, explicou que um dos papéis da escola é auxiliar os alunos a gerenciar e administrar suas escolhas de vida. “Identificamos que os jovens com idades entre 14 e 16 anos têm dificuldade de lidar com conflitos e correm o risco de desenvolver depressão. Por meio do teatro, os participantes aprendem a lidar com as frustrações, alegrias, medos e inseguranças. Esse é um benefício que ajuda a superar essa fase de transição para o mundo adulto”, ressaltou a orientadora.

Serviço:

Assessoria de Comunicação SESI/SENAI – AP
Contato: (96) 3084-8944
E-mail: [email protected]


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *