Sobre o show Clube da Esquina, realizado ontem, no Chocolate com Tapioca

DSC_0014
Beto Oscar e Helder Brandão. Foto: Luan Macêdo

Ontem (16), no Chocolate com Tapioca, os compositores e músicos Beto Oscar e Helder Brandão, acompanhados de excelentes músicos, apresentaram o show “Clube da Esquina”. Os caras arrebentaram! O evento foi prestigiado por músicos, artistas, escritores, jornalistas e produtores culturais. Um sucesso de público e crítica (só faltou começar no horário, mas isso é bobagem).

Beto e Helder são artistas consagrados dentro e fora do Amapá. Talento e experiência não falta à dupla, que possui vários CD’s gravados, currículo repleto de shows, festivais e parcerias com os maiores nomes da música amapaense.

O repertório musical, que misturou a musicalidade amapaense com canções do lendário movimento musical brasileiro surgido nos anos 60 (em Minas Gerais), foi escolhido a dedo. O entrosamento de Beto e Helder nas composições e interpretações compensou a falta de presença de palco da dupla. Os músicos muito bem ensaiados, o som e iluminação proporcionaram um belo espetáculo. E a participação da Brenda Melo, hein? Aquela menina canta e dança demais!

DSC_0008
Beto Oscar, Brenda Melo e Helder Brandão. Foto: Luan Macêdo

Com músicas autorais, os artistas souberam mesclar os ritmos locais com as incríveis canções de consagrados compositores nacionais, como Milton Nascimento, Lô Borges e Beto Guedes, entre outros membros do Clube da Esquina. O setlist me remeteu aos os antigos bares Lennon e Celeiro, nos bons tempos que a gente curtia MPB em Macapá, no início dos anos 90. Nostálgico!

Apesar do “vento solar, estrelas do mar”, após 43 anos, a trilha sonora do Clube da Esquina ainda me encanta. Ainda mais com a sensibilidade apresentada no show de ontem. Ouvi muito isso nos “bares da vida”, “coisas que a gente se esquece de dizer”. É, “nada será como antes”, Mas “os sonhos não envelhecem mesmo”.

Ah, vale lembrar o empenho e competência da jornalista Rita Torrinha, que mostro como se faz na divulgação do show. O Chocolate com Tapioca, artistas e demais envolvidos, estão de parabéns pelo evento. Além disso, o atendimento melhorou muito. Aliás, foi perfeito (o aumento da quantidade de garçons foi fundamental). A noite foi porreta. E foi assim.

Elton Tavares

*Valeu pelas fotos, Luan Macêdo, as que fiz com o celular ficaram péssimas. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *