Com Ação Civil Pública, MPF-AP, AGU e MP-AP requerem a reabertura da BR 156 no trecho sul do Amapá

O Ministério Público Federal (MPF-AP), Advocacia Geral da União (AGU) e Ministério Público do Amapá (MP-AP), ingressaram, conjuntamente, com Ação Civil Pública nesta sexta-feira, 4, para a garantia de passagem na BR 156, trecho sul, no perímetro da comunidade de Água Branca do Cajari. A estrada está bloqueada há três dias.

O MPE, por meio da Promotoria de Laranjal do Jari, fez parte de um Gabinete de Crise formado pelo MPE, GEA, AGU, MPF-AP, PM, PC e PRF. A ação conjunta está resolvendo o problema de energia na região, causa do bloqueio da estrada por parte dos moradores da localidade.

De acordo com o promotor de Justiça Benjamim Lax, que responde pela Promotoria do município, o problema da falta de energia foi por conta de uma pane no gerador. Por isso, moradores da comunidade, que compõe o município de Laranjal do Jari, ficaram sem fornecimento do serviço e um protesto impede a passagem de veículos na BR há três dias. A ação pede o reestabelecimento do tráfego, já que o Governo do Estado se comprometeu em enviar neste sábado (5) o equipamento consertado e normalizar a situação da geração de energia na comunidade.

A Polícia Militar, Civil e Rodoviária Federal foram notificadas e a possibilidade de intervenção destes entes para a desobstrução da rodovia não foi descartada no caso de não restabelecimento do serviço de energia elétrica na comunidade na data aprazada.

SERVIÇO:

Elton Tavares

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Estado do Amapá
Contato: (96) 3198-1616/(96) Email: asscom@mpap.mp.br

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*