Amor em tempo de pandemia – Por Ana Anspach

É muito fácil amar quando a convivência é superficial, quando sempre vemos o outro bem, e não temos acesso às suas fraquezas, limitações e doenças. Em tempos de isolamento social, a tarefa é bem mais complicada…

Mesmo amando somos inábeis em lidar com a dor. Estamos até dispostos a nos doar, mas muitas vezes a convivência nos assusta e esgota física / emocionalmente.

É difícil amar o outro como ele é, e não como gostaríamos que ele fosse, mas queremos ser amados com todas nossas imperfeições…

É maçante ficar quando as mazelas transbordam, quando chove por dentro…

Não sabemos lidar quando a pessoa que amamos e pensamos conhecer, nos tira o sossego e nos coloca de frente para as suas ou nossas dores que nos dilaceram… E não é só isso: somos atropelados pela impotência de ver o sofrimento do amigo / amor, e ver que nem nosso sentimento é capaz de mudar a situação.

Não há como fazer o enredo mudar e nem as dores desaparecerem, pois cada um tem que ser autor e refém da própria trajetória.

Não podemos quase nada, a não ser estar presente …te convido a ser paciente, solidário (a), generoso (a)…estou aprendendo também.

Finalmente quero agradecer. Aos amigos, conhecidos e até estranhos que têm me estendido as mãos.

Ana Anspach – Jornalista

  • Avatar

    Amar uma pessoa perfeita é fácil e mesmo assim temos dificuldade.. Jesus foi perfeito e não agradou a todos. Amar uma pessoa alem de imperfeita também com doenças e problemas que mais parecem correntes que nos amarram ao chão parece uma missão que nem James Bond conseguiria. Feliz aquele que encontrou um amigo, pois encontrou um tesouro. Feliz daquele que estende a mao sem pedir nada em troca. Feliz aquele que tem fé, pois dele é o reino da Glória eterna! Você é uma pessoa maravilhosa e feliz daquele que vê por trás de todas as mazelas que carregas na vida! ❤❤❤❤ te amo!

  • Avatar

    Parabéns!

    Falou tudo, procuramos sempre a perfeição, sem olhar para dentro de nós, sempre em busca do Amor e da Felicidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *