Diretor da Secretaria de Precatórios do TJAP alerta sobre golpes por meio de mensagens de WhatsApp

“Eles são audaciosos a ponto de marcar para que o credor compareça à Secretaria de Precatórios para verificar a autenticidade do pedido de pagamento”, afirma João Guilherme da Costa, diretor da Secretaria de Precatórios do Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP). Ele alerta a população que golpistas costumam, inclusive, se passar por ele mesmo com envio de mensagens e áudios.

O diretor conta que, desde fevereiro deste ano, a Secretaria vem lidando com ocorrências de golpe. Em abril, isso voltou a se intensificar. Segundo João Guilherme, as vítimas costumam procurar a Secretaria de Precatórios só depois de terem realizado algum pagamento. “Nós registramos ocorrência e foi instaurado inquérito policial na Delegacia de Crimes Cibernéticos e, de lá pra cá, as investigações se encontram bem avançadas”, complementou o diretor.

O golpe sempre acontece via mensagens no whatsapp. Os golpistas solicitam o pagamento de uma taxa para que o credor possa receber o precatório – que são requisições de pagamento expedidas pelo Judiciário para cobrar de municípios, estados ou da União, assim como de autarquias e fundações, valores devidos após condenação judicial definitiva.

“O Tribunal não entra em contato com credores para solicitar nenhum tipo de pagamento para liberação de precatórios, pois o pagamento de credores acontece diretamente na conta bancária”, garante João Guilherme.

Denuncie

O cidadão que for abordado com esse tipo de mensagem pode procurar a Secretaria Especial de Precatórios, disponível de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 14h30 por meio do Balcão Virtual no Portal do TJAP e nos contatos: Telefones (96) 3312-3711 / (96) 3312-3399 e WhatsApp (96) 98408-2105.

Em caso de registro de Boletim de Ocorrência, o credor de precatório pode procurar a Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos, que funciona presencialmente dentro do Aeroporto Internacional de Macapá, das 7h30 às 18h, de domingo a segunda-feira.

Serviço:

Texto: João Paulo Gonçalves
Foto: Carol Chaves
Assessoria de Comunicação Social do TJAP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.