Frases, contos e histórias do Cleomar (II Edição Especial Coronavírus)

Tenho dito aqui – desde fevereiro de 2018 – que meu amigo Cleomar Almeida é cômico no Facebook (e na vida). Ele, que é um competente engenheiro, é também a pavulagem, gentebonisse, presepada e boçalidade em pessoa, como poucos que conheço. Um maluco divertido, inteligente, gaiato, espirituoso e de bem com a vida. Dono de célebres frases como “ajeitando, todo mundo se dá bem” e do “ei!” mais conhecido dos botecos da cidade, além de inventor do “PRI” (Plano de Recuperação da Imagem), quando você tá queimado. Quem conhece, sabe.

Assim como a primeira, de março passado, segue a II Edição Especial Coronavírus, cheia de disparos virtuais do nosso pávulo e hilário amigo sobre situações vividas em tempos de Covid-19 no mês de abril. Boa leitura (e risos):

Imagens: G1 Amapá

Jacaré

Não acho estranho aparecer jacaré, peixe boi, bicho preguiça por aqui, afinal, moramos no meio do mato. No mínimo eles é que acharam estranho esse silêncio todo e vieram ver que merda nós fizemos dessa vez.

Empório do índio

Tava aqui pensando, instalaram internet no Empório do Índio numa semana, na outra começou essa cagada toda. E o Trump achando que a culpa é dos chineses. Só não vê quem não quer, meus amigos.

Hospitais

Já pensou se todo aquele dinheiro investido na Copa, tivesse sido investido em Hospitais? Tudo é questão de o que se prioriza. Agora, no desespero, construímos hospitais de campanha dentro dos estádios. Não parece muito lógico, não é!?

Quarentena

Quadragésimo dia: Tô de saco cheio de mim, parei de falar comigo, tomei um porre e tô falando mal de mim, pra mim mesmo; sujeito sem palavra eu. Amanhã, não quero nem papo comigo!

La plata inútil

Adianta ter tanto dinheiro e não poder sair de casa? Não que eu tenha, mas também não tô podendo sair… Empatamos!

Esposa

Se minha mulher fosse uma super-heroína, ela seria a Mulher Q’Boa; dia desses ela quase desinfeta uma pizza aqui em casa.

Gordo

O problema de eu bater as botas agora, é que ainda vai aparecer uns FDP pra dizer: mas também, ele tava muito gordo.

O problema é o dinheiro

Minha mulher vive reclamando que eu gasto muito dinheiro na rua. Tô há uma semana trancado em casa e a grana acabou do mesmo jeito. Tá vendo!? O problema não sou eu; o problema é o dinheiro!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *