Membros do MP-AP cumprem agenda institucional, em Brasília

Na quarta-feira (22), na sede do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), em Brasília (DF), a procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Amapá (MP-AP), Ivana Cei, acompanhada pelo promotor de Justiça Roberto Alvares, cumpriram agenda institucional. Durante a estada na capital federal, os membros do MP-AP trataram de assuntos diversos para o fortalecimento do órgão ministerial amapaense.

A convite do corregedor nacional do Ministério Público, conselheiro Oswaldo D’Albuquerque, a PGJ e o promotor de Justiça do MP-AP participaram da posse, de forma virtual, do procurador de Justiça Ricardo Martins no cargo de corregedor-geral do MP Rio de Janeiro, no biênio 2022/2024.

Na visita ao corregedor nacional do CNMP estavam presentes a presidente do Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais do Ministério Público dos Estados e da União (CNPG), Norma Cavalcanti e o procurador Militar e ex-corregedor nacional, Marcelo Wetzel.

No segundo compromisso, Ivana Cei e Roberto Alvares visitaram o escritório conjunto de representação dos MP’s dos Estados de São Paulo e Minas Gerais, na capital federal. Durante a visita técnica, a PGJ e promotor de Justiça do Ministério Público do Amapá dialogaram com os procuradores-gerais de Justiça do MPSP e MPMG, Mário Sarrubbo e Jarbas Soares Júnior, respectivamente, sobre a possibilidade de atuações conjuntas. Em seguida, os representantes do órgão ministerial amapaense almoçaram com os dois PGJ’s.

Ao final da agenda, a PGJ e promotor do MP-AP, visitaram a Procuradoria-Geral da República (PGR), onde reuniram com a chefe de Gabinete da PGR, procuradora de Justiça Eunice Carvalhido . Durante o encontro, foi debatida a realização de cursos institucionais para aprimoramento do Ministério Público do Amapá.

“Participar dos encontros com as nossas lideranças e dirigentes nacionais é sempre muito produtivo. Afinal, temos a oportunidade de debater nossos desafios, apresentar as demandas do Ministério Público do Amapá e fortalecermos a luta comum, a fim de garantirmos as conquistas institucionais que reflitam na melhor prestação de serviço e atendimento à comunidade. Foi uma agenda extremamente positiva”, pontuou a PGJ do MP-AP.

Treinamento e estruturação

O promotor de Justiça do Amapá acompanhou, juntamente com a assessora técnica da PGJ, Paula Barreto, a estruturação do escritório do MP-AP na capital federal, como computador e materiais de trabalho.

Roberto Alvares também esteve presente durante treinamento do servidor do Ministério Público do Amapá em Brasília, João Joaquim Carvalho, no Sistema Urano e ferramentas da intranet institucional. A capacitação foi ministrada pelo chefe da seção de Central de serviço do Departamento de Tecnologia da Informação do órgão ministerial amapaense, Luã Pelaes.

Serviço:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Núcleo de Imprensa
Coordenação: Gilvana Santos
Texto: Elton Tavares
E-mail: [email protected]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.