Nando Reis se apresenta hoje em Macapá

31mai2014---nando-reis-e-a-banda-os-infernais-no-joao-rock-na-noite-deste-sabado-31-1401622715314_1200x800

Por Charles Borges

Nando reis que é um dos mais importantes cantores e compositores do rock nacional, volta a Macapá após sete anos de intervalo entre sua última apresentação. O cantor prepara uma apresentação que vai mesclar clássicos de sua carreira solo aos sucessos mais recentes, lançandos no seu último disco, “Sei”, de 2012.

A música sempre esteve presente na vida de Nando Reis – isso desde a época em que era tratado apenas como José Fernando, e escutava a mãe cantarolando e o pai ouvindo os discos de Jorge, até então apenas Ben. O rock lhe foi apresentado pelo irmão mais velho, na forma agressiva que os Rolling Stones tocavam o ritmo transgressor. Sua irmã foi quem lhe ensinou a tocar o violão. Alguns anos mais tarde, com sete de idade, ganhou seu primeiro instrumento, e foi presenteado com lições de Beatles e Led Zeppelin, através de LPs que ouvia sem parar.

A paixão pela música se uniu a outro hábito do garoto: o de escrever. Escrevia “livros”, poesias, gostava de mandar cartas. E, quando menos percebeu, estava escrevendo músicas – costume que adquiriu de tanto musicar longos poemas. Aos 15 anos se inscreveu no primeiro festival, com a banda Os Camarões. Anos mais tarde, o nome de conjunto despretensioso deu lugar a uma alcunha mais imponente – e que logo se tornaria famosa no Brasil inteiro: Titãs. O primeiro show da banda que revolucionou o rock nacional foi em 1982, e Nando estava lá.

Com o grupo, Nando Reis lançou algumas de suas mais emblemáticas canções, como “Marvin”, em parceria com Sérgio Britto, “Querem Meu Sangue”, “Homem Primata”, “Bichos Escrotos”, entre tantas outras. Seu talento como compositor era tanto que sobrepunha até sua timidez inicial para cantar. Uma vez vencida esta barreira, com anos de estrada com os Titãs, Nando se sentiu à vontade para dar início a um novo passo: a carreira solo, fase que deu início em 1995, ainda conciliando com os Titãs.

maxresdefault

“SEI”

No show, Nando Reis vai mostrar para o público um pouco de seu último trabalho, o disco intitulado “Sei”, com 15 faixas, lançado em 2012. O CD saiu depois de um hiato de três anos sem gravar inéditas. E sua marca registrada é justamente o que tornou Nando Reis um dos mais aclamados artistas de sua geração: seu talento para composição: o disco traz músicas escritas com todo capricho, e que dão ao álbum a cara de um “clássico”.

Um grande diferencial de “Sei” é o fato de que o disco é seu primeiro a ser lançado de forma independente, sem o suporte de uma gravadora, mas sim com o apoio dos fãs. “Depois do Bailão, agora é hora de voltar as minhas próprias músicas. Nesse disco apresento 15 delas. O meu entusiasmo com esse lote de músicas se juntou a novidade de pela primeira vez lançar um disco sem estar vinculado a uma gravadora. Decidi que era hora de buscar um caminho próprio na maneira de divulgar esse álbum, um caminho mais parecido comigo”, finaliza Nando.

Serviço:

Show “Nando Reis e os Infernais”
Data: 9 de junho
Local: Ceta Ecotel – Rua do Matadouro, 640 – Distrito de Fazendinha
Hora: A partir das 22h (abertura dos portões às 20h30)
Ingressos: Pista: R$ 40 (primeiro lote);
Front stage: R$ 100; Lounge: R$ 120 (open bar); Camarote (15 lugares): R$ 3 mil (R$ 200 individual)
Postos de venda: lojas Visual Fashion em Macapá, Jumbinha em Santana, Morana no Macapá Shopping, quiosque Fábrica Di Chocolate do Amapá Garden Shopping e Villa Texana (rua Jovino Dinoá, esquina com a Av. Caramuru, bairro Trem)

Fonte: A Gazeta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *