Poema de agora: DE QUE VIVE O POETA? – Pat Andrade

DE QUE VIVE O POETA?

O poeta vive de cisma
E da própria rima;
vive de dores
E alheios amores.
O poeta vive de frases feitas
E da vida nada perfeita;

vive de versos
e de outros universos…
O poeta vive de desespero
E do lamentável erro;
Vive do engano

E sem nenhum plano
O poeta vive de teimosia
E da própria poesia.

PAT ANDRADE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *