Poema de agora: eu amo – Patrícia Andrade

eu amo

de manhã cedo, manhãzinha,
no branco do lençol
um dengo, um chamego…
eu quero, eu dou, eu faço

depois do almoço,
no embalo da rede,
eu peço, eu quero, eu dou
um beijo, um abraço

no fim do dia, à noite,
no quentinho da cama
eu dou, eu quero eu peço
um carinho, um amasso

e assim, de dia e de noite,
eu amo teu cheiro,
eu amo teu gosto…
eu amo estar nos teus braços

Patrícia Andrade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *