Poema de agora: Fuligem – Pat Andrade (para o artista plástico J.Márcio)

J.Márcio – Arquivo pessoal do artista.

FULIGEM

depois de acesa
a chama

da vela ou lamparina
dissipa-se a fumaça
descerra-se a cortina
forma-se a imagem
deslumbra-se a retina

eis a obra
do artista

Pat Andrade (para o artista plástico J.Márcio, que faz arte com fogo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *