Poema de agora: O QUINTAL – Pat Andrade

O QUINTAL

quero ter um quintal
pra plantar uns pés de arco-íris,
semear estrelas,
regar sonhos e desejos,
e esperar passarinhos
coloridos no entardecer.

um dia, num futuro
que não sei se virá,
poderei colher memórias
e devorar lembranças.

sentada na varanda,
vou me lambuzar de prazer
e distribuir saudade
pela vizinhança.

Pat Andrade


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *