Prefeito Clécio Luís participa pelo sétimo ano consecutivo do tradicional almoço do Círio de Nazaré com garis, margaridas e vermelhinhos

O Círio de Nazaré deste ano, apesar de realizado com algumas restrições por causa da pandemia do Coronavírus, foi marcado por muita fé e devoção. Sem procissões, a maior festa religiosa do Amapá seguiu com celebrações e carreatas. O tradicional almoço servido pela Prefeitura de Macapá aos garis, margaridas e vermelhinhos mais uma vez contou com a presença do prefeito de Macapá, Clécio Luís, que, pelo sétimo ano consecutivo, participou do momento de confraternização com os agentes da limpeza pública urbana.

Missa do Círio

Às 7h30, na Catedral São José, no centro da cidade, o prefeito Clécio Luís participou da Missa do Círio, presidida pelo bispo Dom Pedro José Conti. A cerimônia contou com devotos, entre eles profissionais da saúde, famílias que fizeram doação do manto, religiosos e outros integrantes da comunidade católica. Também houve celebração em outras igrejas da diocese.

“Hoje é o dia do Círio de Nazaré, é uma data muito importante, não só para os católicos, mas para todos nós amazônidas. É uma data que transcende a questão religiosa, espiritual e vai para muito além. É um momento de reflexão, gratidão e oração. Estamos em um momento marcado pela perda, dor, mas sabedoria e discernimento para lidar com a pandemia”, disse o prefeito de Macapá, Clécio Luís.

Garis, margaridas e vermelhinhos

O Círio de Nazaré este ano não teve a tradicional procissão por conta da pandemia. Mas a equipe de garis da prefeitura fez a limpeza em pontos por onde a imagem da santa passou. Além da remoção de garrafas e copos de plástico, foi feita a varrição nestes locais. As vias também foram lavadas com 60 mil litros de lavanda e água. Finalizando o percurso, Clécio reuniu todos os profissionais que atuaram na limpeza e agradeceu.

“Apesar de esse ser um ano atípico por conta da pandemia, o prefeito Clécio manteve a programação de limpeza durante as programações religiosas do Círio de Nazaré. Durante a semana que antecedeu a festa religiosa, fizemos a limpeza do entorno de todas as igrejas da cidade, e hoje, nossos garis, vermelhinhos e margaridas também foram para as ruas limpar e recolher os resíduos deixados após as quatro carreatas que ocorreram pelas ruas da cidade em homenagem a santa”, disse o secretário municipal de Zeladoria Urbana, Carlos Alberto Oliveira.

Tradicional almoço com garis, margaridas e vermelhinhos

Há sete anos, o prefeito Clécio Luís participa do tradicional almoço do Círio de Nazaré, servido aos “vermelhinhos”, “margaridas” e garis. Este ano, mesmo em um momento delicado de saúde pública, provocado pelo novo Coronavírus, a tradição foi mantida pelo prefeito, que não abriu mão da confraternização e reforçou todos os protocolos de segurança e prevenção à Covid-19. O almoço especial aconteceu na orla do Araxá e foi servido aos profissionais que atuam na limpeza, garantindo que ruas e avenidas da cidade permanecessem limpas posteriormente a romaria.

“São 7 anos nessa data almoçando ao lado do prefeito. Este ano, por causa das restrições da pandemia, pensávamos que não iria acontecer, mas o Clécio garantiu nossa confraternização com todos os protocolos de saúde e segurança, e aqui estamos nós. Só tenho a agradecer a Nossa Senhora de Nazaré e ao nosso prefeito que sabe da nossa importância, principalmente no período da pandemia”, disse a “margarida” Janilse da Silva Ferreira.

“O prefeito Clécio nos oferece esse almoço desde o início da sua gestão. Nos sentimos muito honrados com esse ato, ele dá importância ao nosso trabalho e também nos proporciona esse momento de confraternização, só temos a agradecer”, disse o “vermelhinho” Raimundo Ferreira Lopes.

“Trabalho há 8 anos nessa gestão, desde o início o prefeito confraterniza com a gente. Somos uma classe quase que invisível aos olhos de algumas pessoas, nos sentimos importantes e valorizados, porque ele nos vê, nos faz sentir importante, obrigada prefeito por nos enxergar com outros olhos”, falou a “margarida” Geovana Alves.

O almoço do Círio de Nazaré servido aos agentes da limpeza pública municipal se tornou tradição e marca registrada da gestão do prefeito Clécio, que sempre demonstrou respeito, carinho e reconhecimento ao trabalho dos “vermelhinhos”, “margaridas” e garis.

“Aproveito esse momento de confraternização para registrar e externar a minha gratidão eterna a esses garis, ‘margaridas’ e ‘vermelhinhos’, que transformaram a nossa cara em todos os bairros, em todos os distritos e outros lugares da cidade, e, mesmo naqueles locais onde a gente tem dificuldade para fazer os serviços devido ao difícil acesso, eles estão lá, sem medir esforços para garantir a limpeza. Eles se tornaram nossa expressão naquilo que eu queria para nossa cidade, o cuidado”, finalizou o prefeito.

Secretaria de Comunicação de Macapá
Mônica Silva
Assessora de comunicação
Fotos: Rui Brandão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *