Programação marca o 14º aniversário do Samu no Amapá

A equipe do Samu organizou na última quarta-feira, 9, uma programação com ciclos de palestras direcionadas aos servidores – Foto: Janine Cruz

Por Poliana Tavares

Com uma marca superior a 120 atendimentos diários, o Serviço de Atendimento Móvel de Emergência (Samu) se consolidou no Amapá e este ano completa 14 anos de criação e serviços prestados no estado. Lidando diariamente com ocorrências diversas, o que torna o dia a dia imprevisível, as equipes atendem casos mais simples, outros mais complexos, mas todos com um único objetivo: salvar a vida da população.

Para celebrar mais um ano de êxito, a equipe do Samu organizou na última quarta-feira, 9, uma programação com ciclos de palestras direcionadas aos servidores. A iniciativa priorizou temas psicossociais, a fim de amenizar os efeitos causados pela pandemia do novo coronavírus.

“Neste momento, onde muitas doenças emocionais são afloradas, é muito importante o fortalecimento de ações psicossociais que promovam o bem-estar emocional ao servidor que está na linha de frente do atendimento assistencial”, comentou o coordenador do Samu, Ademar Rodrigues.

Atualmente, o Samu conta com 91 profissionais, que operam em duas unidades de suporte avançado e duas unidades reservas. Esse quantitativo é o necessário (conforme a portaria Nª 1864/2003 do Ministério da Saúde) para os atendimentos, considerando que as ambulâncias são adquiridas na proporção de um veículo de suporte básico à vida para cada grupo de 100 mil a 150 mil habitantes; e de um veículo de suporte avançado à vida para cada 400 mil a 450 mil por habitantes.

Projeto Samu na Educação

Na quinta-feira, 10, o Samu dará início ao projeto Samu na Educação, na Escola Estadual Joanira Del Castilho, em Santana. A proposta é preparar os professores para prestar os primeiros socorros aos alunos que, por ventura, sofram algum tipo de acidente dentro no ambiente escolar.

O Samu na Educação está em conformidade com a Lei Federal nº 3.722, que torna obrigatória a capacitação em noções básicas de primeiros socorros de professores e funcionários de estabelecimentos de ensino públicos e privados de educação básica e de estabelecimentos de recreação infantil.

A programação se estende até sexta-feira, 11, data em que oficialmente o Samu no Amapá completará 14 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *