Projeto Samuzinho forma 120 socorristas mirim por vídeo chamada na sexta-feira, 15

Na última sexta-feira, 15, foi realizado a formatura de 120 crianças inscritas no projeto Samuzinho, que tem como objetivo repassar informações sobre os serviços de urgência e emergência, além de orientar como agir em situações de risco e quando acionar o 192.

Na ocasião estiveram presentes na mesa solene: Donato Farias da Costa, Enfermeiro e Idealizador do Projeto Samuzinho Macapá; Karlene Lamberg, Secretária de Saúde do Município de Macapá; Ronan Afonso, Diretor Geral da Faculdade Estácio de Macapá; e Rosemeire Pinto, Enfermeira e Coordenadora do Projeto Samuzinho Macapá.

Pensando na situação de pandemia global e proteção das crianças e seus responsáveis, os coordenadores realizaram a solenidade de formatura por vídeo chamada, onde duas crianças representaram os 120 formandos 2019/2020. O evento contou com a execução do nosso Hino Nacional e o juramento dos socorristas mirim.

Donato Farias resume o que é o projeto ‘Samuzinho nas escolas’. “É um projeto de extensão da faculdade Estácio de Macapá, em parceria com a secretaria Municipal de saúde de Macapá, Vara Especial de Penas e Medidas Administrativas – VEPMA e COREN-AP. Projeto de cunho pedagógico, que teve como objetivo inicial conscientizar as crianças sobre a importância do SAMU e a não realização do trote. Com o passar dos anos, ficou mais robusto, exigindo novos objetivos. Atualmente o projeto visa capacitar crianças de 05 a 10 anos como socorrista mirim, instruindo esses jovens cidadãos em: noções de cidadania, Educação no Trânsito, Conceitos Básicos de Urgência e Emergência, disciplina e moralidade, transformando em multiplicadores do saber e dessa forma melhorando e contribuindo para o bem da sociedade”. Finaliza o Idealizador do Samuzinho.

“Nos sentimos muito felizes em participar de um projeto voltado para o público infantil, que lhes proporciona uma aproximação com a cidadania, respeito, empatia e amor ao próximo. A Faculdade Estácio se orgulha dessa parceria com a Secretaria de Saúde e não medirá esforços para contribuir para com a formação de pessoas responsáveis, humanas e comprometidas com o bem comum”, conclui o Diretor da Estácio Macapá, Ronan Afonso.

No decorrer do projeto, equipes de profissionais do Samu, juntamente com alunos monitores de graduação, realizaram várias atividades com as crianças como: Síndrome de Kawasaki relacionado com o Coronavírus, que é uma vasculite (inflamação dos vasos) causada por um quadro inflamatório no corpo; Pediculose, doença parasitária causada por piolhos; entre outras.

As atividades são realizadas na quadra da Faculdade Estácio de Macapá, mas por causa da pandemia, em 2020 as atividades passaram a ser remotas, por vídeo chamada, visando a proteção das crianças.

Serviço:

Diani Correa Cardoso
Comunicação – Faculdade Estácio de Macapá (Seama)
(96) 98802-0396 What 96 99129-0844

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *