Relatório de Randolfe é aprovado e Brasil Sorridente segue para a Câmara

O relatório do Senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) sobre o Projeto de Lei 8/2017, que transforma o programa de saúde bucal Brasil Sorridente em uma política pública permanente, que independe de quem estiver na Presidência da República, e o insere no Sistema Único de Saúde, foi aprovado por unanimidade nesta quarta-feira (5), na Comissão de Assuntos Sociais do Senado.

A implementação dessa medida, em 2004, representou significativo avanço no acesso da população brasileira às ações de promoção, proteção e recuperação da saúde bucal.

Para Senador Randolfe, após 13 anos de existência, pode-se afirmar que o Programa Brasil Sorridente, do Governo Federal, revolucionou a atenção à saúde bucal no País: “Foram criados mais de mil centros de especialidades odontológicas nos municípios de todas as regiões do Brasil. Esses centros realizam atendimentos mais específicos, para pacientes que precisam de assistência nas áreas de endontia, peridontia e cirurgia bucomaxilofacial, por exemplo”, explica o senador.

O Brasil Sorridente já beneficiou mais de 70 milhões de brasileiros desde sua implantação e, hoje, é considerado como a maior iniciativa de saúde bucal do mundo. O Projeto, que agora segue para apreciação na Câmara dos Deputados, se aprovado, se tornará lei. Hoje, a política é regulada apenas por decretos, que podem ser revogados a qualquer momento pelo Governo Federal.

A saúde bucal não significa apenas um belo sorriso: a falta de cuidado e higiene com a boca e com os dentes pode causar ou piorar problemas no coração, infecções respiratórias e até a osteoporose. Por isso, Randolfe afirma que ‘é imprescindível que em cada unidade de Saúde da Família, esteja inserida, pelo menos, uma equipe de saúde bucal’.

Assessoria de comunicação do senador Randolfe Rodrigues

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*