Ronaldo Rony: meu candidato para conselheiro de Cultura no segmento Artes Visuais – Artista há mais de 40 anos.

Ronaldo Rony (que também é o Ronaldo Rodrigues)

Ronaldo Rony (que também é o Ronaldo Rodrigues), é candidato a conselheiro de Cultura, no segmento Artes Visuais. Leiam a apresentação dele por ele mesmo:

Lançamento dos fanzines A Criação do Mundo e Agora São Outros 300 de Esparta.

Sou Ronaldo Rony, cartunista, chargista, quadrinhista, ilustrador e artista plástico. Sou militante das artes visuais de forma independente desde que me descobri ou me tornei artista, há mais de 40 anos.

Já participei, individual e coletivamente, de vários movimentos de fomento, manutenção e valorização da arte, na periferia de Belém, onde me criei, e em Macapá, há 21 anos em que aqui resido.

Lançamento do livro A Chave da Porta da Poesia, de Roseli Sousa e Ronaldo Rony & Encontro com o cartunista Honorato e o artista plástico Wagner Ribeiro.

Sou produtor de arte independente através dos fanzines que publico frequentemente e com os quais já deixei um personagem muito conhecido: o Capitão Açaí.

Grupos e movimentos fazem parte extensa de meu currículo. Em Belém: Galrar (festival de arte múltipla realizado ainda em Belém), Marambuzá (também em Belém). Em Macapá: grupos Urucum, Catita, AP Quadrinhos e, mais recentemente, Cartunistas Amapá, sempre tentando despertar a atenção de criadores e consumidores de arte para a valorização do ofício artístico em todas as suas vertentes, fazendo chegar ao maior número de pessoas o poder de transformação que a arte possui.

Encontro com o cartunista Paulo Emmanuel (Belém) & Exposição 7 a Zero Pro Humor, com Roberth, Igum, J.Márcio, Asafe, Arthur Fabiano, Adriano e Ronaldo Rony.

Atualmente, percebi em mim a vontade de continuar lutando pelo respeito à classe artística, agora também de forma institucional, participando de um órgão oficial de papel importante no segmento artístico, como o Conselho Estadual de Políticas Culturais. Entendo que posso contribuir, com a experiência de todos esses anos de atividade, para que arte e artistas sejam respeitados, valorizados, abrindo espaços, alargando horizontes e conservando os já conquistados.

Por isso me coloco como candidato à cadeira de conselheiro no segmento Artes Visuais, por entender que muito precisa ser feito para que a arte tenha seu real valor e eu estou disposto a mais essa luta.

Obrigado.

Ronaldo Rony

Meu comentário: Dizer que Rony é genial me faz ser redundante. O artista é premiado, possui quatro livros publicados e é decano do Coletivo Quadrinhos do Amapá. Ele é respeitado e admirado por todos do segmento Artes Visuais, além dos que atuam nas outras vertentes da Cultura. Boto fé e estou com o cara. Vai com tudo, Ronaldo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *