Assessores de Comunicação da Justiça se reúnem no XIV Conbrascom em Cuiabá

Na solenidade de abertura do Conbrascom 2018, ocorrida na noite de quarta-feira (20) o presidente do Fórum Nacional de Comunicação e Justiça (FNCJ), Edney Martins, destacou que a atuação das assessorias de Comunicação ganha cada vez mais importância estratégica nos tempos em que controle, confiança, transparência, diversidade, governança e participação são as palavras do momento.

Edney também comentou sobre as expectativas para a edição deste ano: “Sempre aprendemos uns com os outros. Dessa forma, de hoje até sexta-feira, teremos diversos instantes de troca de conhecimento e de oportunidade de capacitação, para podermos ampliar o alcance das informações que levamos em frente.

Palestras, oficinas, painéis e todos os momentos de intervalo são instantes de aprendizado, o que consolida este congresso como um importante momento de formação dos profissionais que atuam nesse segmento”.

Também compuseram o dispositivo oficial da cerimônia a presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região (MT), desembargadora Eliney Bezerra Veloso, o defensor público-geral Silvio Jeferson Santana, representando o Colégio Nacional de Defensores Públicos, e o coordenador de Comunicação do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, Ranniery Queiroz.

Na primeira noite do Congresso o Professor Doutor Dado Schneider palestrou sobre “Mudar é preciso: como a Comunicação pode fazer diferente?”.

O palestrante destacou a importância de ser capaz de reconhecer as peculiaridades das novas gerações, com ênfase em quem nasceu já no século XXI, e adaptar sua habilidade de comunicar a este novo público.

O Estado do Amapá está representado neste Conbrascom pelos jornalistas Bernadeth Farias e Aloísio Menescal, do Tribunal de Justiça do Amapá; e Elton Tavares, do Ministério Público Estadual.

A programação segue nesta quinta-feira (21) com as seguintes palestras “Relacionamento, a bola da vez”, ministrada por Rodolfo Araújo; “Conteúdo é tudo”, apresentada por Soraia Lima e Cláudia Lemos; e ainda “Chatbot, utilizando inteligência artificial para atender à população”, com Raquel Costa.

Todas serão realizadas na parte da manhã e para fechar o turno haverá ainda exibição dos projetos finalistas do Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça, que ocorre paralelamente ao congresso.

Na parte da tarde, a programação recomeça às 14 horas com as reuniões setoriais onde assessores de comunicação de cada uma das instituições se reúnem para debater dificuldades e também trocar boas práticas. Ainda na parte da tarde, haverá a palestra de Daniel Nardim e Patrícia Resende que falarão sobre “Gestão de Comunicação, como gerir times que batem um bolão”.

Na sexta-feira (22) o Congresso começa depois do jogo do Brasil, às 10h30, com a palestra “Técnicas de avaliação e medição de resultados em comunicação”, explanada por Daniela Senador. Já na parte da tarde, às 14h30, Alexandre Araújo e Felipe Bogéa, abordarão o tema “Construindo estratégicas que geram resultados”.

No mesmo período haverá ainda a plenária final, onde será eleito pelo público participante o melhor projeto de comunicação de 2017 para receber a premiação do PNCJ. Já à noite, encerrando o Conbrascom 2018, será realizada a cerimônia de entrega do Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça, na Associação Mato-Grossense de Magistrados.

Fonte: FNCJ
Assessoria de Comunicação Social do Tjap

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *