Cantor e compositor amapaense João Amorim é segundo colocado em Festival no Sul do Brasil

No último sábado (22), o cantor e compositor amapaense João Amorim, alcançou a segunda colocação na etapa Nacional do 45º Festival Lourenciano de Interpretação da Canção (Flic), realizado no Centro de Eventos Governador Luiz Henrique da Silveira, na cidade de São Lourenço do Oeste (SC).

O artista foi premiado com a música “Índia Waiãpi”, composta em parceria com Ademir Pedrosa e Danilo José. O objetivo do Flic é promover o desenvolvimento da cultura e o potencial artístico dos candidatos, além de oferecer à população uma oportunidade de prestigiar a arte e a cultura expressa através da música.

Ao todo, foram 171 inscrições para o Festival, número total corresponde as categorias Infanto-juvenil e Adulto das etapas Municipal, etapa Nacional, e Mostra de Composição (Seleção Livre).

De acordo com o músico amapaense, foram centenas de inscrições de todo o Brasil. Destas, somente oito classificados. Em sua página na rede social Facebook, João Amorim comemorou:

“Hoje amanheço com esse sentimento de dever cumprido. Subimos ao pódio e levamos a musicalidade do Amapá pro Sul do Brasil. Os músicos deram o melhor e com tantos veteranos disputando me surpreendi de ter ficado em segundo. Só tenho a agradecer a Deus, minha mãe Terezinha e toda a minha família, ao Prefeito Clécio que acreditou e acredita fortemente no potencial da arte amapaense, à minha companheira Mariana Andrade, à Suzi da Duas telas Produções, ao Marcelo da cervejaria Trina e a todas as pessoas que me enviaram votos de força e carinho. Tô muito feliz e já voltando pra minha terra querida”, festejou João Amorim.

João Amorim

Amorim já ganhou premiações como “Festival de Música da AABB” e “Rádio Cidade”. Em 2010, recebeu o troféu Sescanta pelas belas composições “Pôr-do-sol”, “A praça”, e “Dia”. O cantor demonstra que tem talento de sobra para representar a música amapaense em torno do nosso Brasil. Em 2012 lançou o Cd Homônimo, misturando vários ritmos como marabaixo, salsa, batuque, funk soul e baião, dando um ar todo seu ao trabalho, unindo melodia e letra em meio ao tema: Amapá.

O cantor de renome compõe desde os 17 anos e apresenta mais de 40 composições no decorrer de sua trajetória artística, João Amorim marca as noites com seu encanto e simpatia ao cantar, contagia e interage com o público, fazendo o papel de um artista completo ao passar emoção com sua belíssima voz, entonando todos ao redor.

O Festival

O início da década de 70 coincidiu também com o início da era de televisão em São Lourenço do Oeste. Havia naquele tempo muitos programas de calouros, como o de Flávio Cavalcanti, e desde a década de 60, os Festivais de Música Popular Brasileira, primeiramente na TV Excelsior e posteriormente na TV Record.

Hoje o Festival Lourenciano da Interpretação da Canção chega a sua 45º Edição, sendo considerado entre os participantes, como um dos maiores e melhores festivais do sul do Brasil, Em 2017, a edição do Flic comemorou 45 anos, resgatando a categoria de composição, na qual João Amorim foi o segundo colocado.

Nossos parabéns ao cantor e compositor amapaense!

Elton Tavares, com informações de João Amorim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *