Carreta da Mulher já realizou mais de 1.400 atendimentos no Conjunto Jardim Açucena, em Macapá

A carreta está estacionada na área do Conjunto Habitacional Açucena, no bairro Novo Buritizal | Foto: Renato Costa/PMM

Desde o mês de junho, a Unidade Móvel Saúde da Mulher já realizou mais de 1.400 atendimentos entre exames e consultas para os moradores do Conjunto Habitacional Jardim Açucena, na zona sul de Macapá. A carreta está estacionada na Rua Tia Geralda, no bairro Novo Buritizal. Os atendimentos acontecem de segunda a sexta-feira das 8h às 17h.

A carreta permanecerá no conjunto até o final de agosto, ofertando os serviços de consultas com clínico geral e ginecologista, ultrassonografia das mamas, tireoide e transvaginal, exame de PCCU (preventivo) além de testes rápidos para Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e planejamento familiar, com a dispensação de medicamentos contraceptivos e encaminhamento para a colocação de dispositivo intrauterino (DIU).

A autônoma Cleidiane Marinho, 34 anos, moradora do Conjunto Açucena, procurou a unidade para realizar seu exame de PCCU e fazer um checkup da saúde. Para ela, é uma oportunidade para tirar dúvidas com a equipe.

Atendimento é realizado de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h | Foto: Renato Costa/Semsa

“O atendimento aqui é muito rápido e humanizado. Acho muito importante fazer esses exames pelo menos uma vez ao ano para que caso dê alguma alteração, eu possa descobrir o mais cedo possível. Sempre incentivo minhas colegas aqui do bairro a também virem já que a carreta, os médicos e os exames estão aqui. O que precisa é que elas procurem esse atendimento”, disse.

O agendamento para consultas médicas é realizado toda segunda-feira e para ultrassonografias, todas às sextas-feiras, mediante solicitação médica para o exame. Já para fazer o PCCU não é preciso agendar, basta ir até a carreta tendo em mãos documento de identidade com foto, CPF e cartão do SUS.

“É um trabalho super importante, A gente vem para perto delas, muitas dessas mulheres têm dificuldade para buscar atendimento porque cuidam da casa e dos filhos. Então, nós estamos indo até elas para facilitar esse acesso”, explicou a diretora da Carreta da Mulher, Francisca Oliveira.

Claudia Leão
Secretaria Municipal de Saúde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.