Crianças que vão ganhar cirurgias cardíacas em mutirão precisam de doações de sangue

Doações podem ser feitas até o dia 15 de agosto no Hemoap (Foto: Jorge Júnior/Agência Amapá)

Por Fabiana Figueiredo

Treze crianças amapaenses que vão ganhar cirurgias cardíacas durante um mutirão em Macapá vão precisar cada um de 8 voluntários para doarem sangue para eles. As doações podem ser feitas em nome do próprio paciente até o dia 15 de agosto (confira no fim da matéria os nomes dos pacientes que precisam de doações).

A previsão é que pelo menos 20 pessoas passem pelas cirurgias gratuitas, entre crianças e adultos. A organização do mutirão está convocando as doações especialmente para as crianças, que podem ser feitas no Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap), das 7h às 13h, na Avenida Raimundo Álvares da Costa, no Centro.

Além de doação de sangue, as crianças vão precisar de fraldas descartáveis após passarem pelos procedimentos. Elas têm entre 5 e 30 quilos, segundo os organizadores do mutirão. O material pode ser entregue até o dia 7 de agosto, em uma clínica localizada na Avenida Mendonça Furtado, número 2231, no bairro Santa Rita, no horário de 8h às 12h e das 14h às 18h.

Missão humanitária

As cirurgias serão realizadas a partir de 30 de julho, em um hospital particular, durante a Missão CardioStart 2017, uma ação humanitária feita por profissionais voluntários de vários países. São jovens e crianças, como a pequena Sophie Gomes, de 1 ano e 2 meses, pacientes do SUS que vão receber correções nas válvulas cardíacas.

Além de cirurgias, a missão inclui palestras e exames de ecocardiograma para moradores em Macapá e Santana. Entre os dias 3 e 5 de agosto, consultas relacionadas ao coração e orientações sobre higiene serão levadas para moradores de comunidades do rio Vila Nova, no município de Mazagão.

“Aqui se opera coração desde 2004, mas na área pediátrica é a maior dificuldade. Então essa missão vem para dar esse apoio para crianças e pessoas com doenças valvulares, geralmente jovens”, explicou o cardiologista Antônio Furlan, um dos organizadores da missão no estado.

Crianças como Sophie Gomes ganharam cirurgias cardíacas no Amapá (Foto: Fabiana Figueiredo/G1)

Crianças que precisam de doações de sangue:

Adeilton Pires Soares – tipo sanguíneo O+
Alef Maciel – tipo sanguíneo O+
Ana Sophie Gomes Rodrigues – tipo sanguíneo O-
Davi dos Santos – tipo sanguíneo O+
Debora Pimentel Madureira – tipo sanguíneo A+
Debora Luisa Pedroso da Silva – tipo sanguíneo O+
Thais Ribeiro Ruela – tipo sanguíneo O+
João Vitor Almeida de Albuquerque – tipo sanguíneo A+
Jose Italo de Oliveira Conceição – tipo sanguíneo B+
Maria Vitoria Mota da Silva – tipo sanguíneo O+
Messias Costa Anastacio – tipo sanguíneo O+
Rafaelly Martins Cosme – tipo sanguíneo O+
Samuel Kaue Gomes Barros – tipo sanguíneo O-

Fonte: G1 Amapá

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*