“Não sou contra o agronegócio como tentam me apregoar essa pecha”, diz Clécio Luís

Foto: Arquivo Diário do Amapá

Por Cleber Barbosa

O pré-candidato a governador Clécio Luís (SOLIDARIEDADE) rebateu no sábado (16) a possíveis críticas de que seria contra o incremento do agronegócio no Amapá. “Ao contrário do que tentam me apregoar, sou absolutamente favorável a esse segmento, tanto que as poucas áreas ainda produtivas no Amapá hoje depois de toda a crise que o setor enfrentou, fui eu quem licenciei como prefeito”, pondera.

Falando ao Diário do Amapá, ele disse que o projeto de governar o Amapá para, necessariamente, pela necessidade de dialogar com todos os segmentos. “Hoje eu me identifico como um político de centro, pois sei que para tocar um projeto desse tamanho será necessário sentar e dialogar com todos, movimentos populares, trabalhadores, informais, empresários, mulheres, negros, quilombolas, enfim, todos, indistintamente”, disse ele.

Clécio avalia que nos últimos dias a circulação de “diabinhos” de que seria contra o agronegócio visam desviar o foco e desinformar o eleitor amapaense, ilações para de alguma forma relacionar a representatividade de seu projeto político com a frustração que o agronegócio acabou gerando no estado.

Para ele, a agricultura industrial precisa ser fortalecida no Amapá, mas diz que não se pode esquecer também da agricultura familiar, que sabidamente ainda é responsável por colocar comida na mesa das famílias amapaenses, mas que carece de toda sorte de apoio, incentivos diversos e ajuda desde a manutenção dos ramais até a logística de transporte, carga e armazenamento.

Prioridade

O pré-candidato também ratificou o compromisso com a saúde da população, prioridade número 1 de seu projeto de governo. “Não tem como ser diferente, pela situação que passamos todos na pandemia, então a saúde pra mim é prioridade absoluta, imediata, inegociável, seguida da necessidade de buscar o desenvolvimento econômico e a geração de empregos”, completou.

Fonte: Diário do Amapá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.