Poema de agora: RUA DA SAUDADE – Poetaz Azuis

RUA DA SAUDADE – (Pedro Stkls/Paulo Junior/ Deize Pinheiro)

agora é primavera
e eu não florir
meu peito não faz festa
e eu não sei sorrir

tem resto de carnaval
tem tanto de tristeza
e um poema branco
sobre a mesa

nem sei sou lembrança
nas tuas noites azuis
há um rasgo no peito
só a marca do beijo

e você me mudou de endereço
pra uma rua
onde só passa saudade…

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*