Poema de agora: Seiva de Energia Radiante – Isnard Lima

Foto: Max Renê

Seiva de Energia Radiante

O bairro de Santa Inês,
Santa flor da madrugada,
É princesa de olhos tristes,
Maresia, virgem, estrada

Quando vejo seus cabelos,
Minha Santa, minha flor,
Fico triste de repente
Ou exalo só amor.

Pára o verbo, seca a seiva,
Vibra a noite, flui a cor.
O Bairro de Santa Inês,
É o bairro do meu amor!

Isnard Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *