Procurador-geral de Justiça do MP-AP participa, em Brasília, de reunião conjunta do CNPG, do CNMP e da PGR

O procurador-geral de Justiça do Ministério Público do Amapá (MP-AP), Márcio Augusto Alves, participou na manhã desta segunda-feira, na Procuradoria geral da República, de reunião conjunta do Conselho Nacional de Procuradores Gerais de Justiça, do Conselho Nacional do Ministério Público e da procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

Desde que assumiu a Procuradoria-Geral da República, em setembro passado, essa é a segunda reunião conjunta realizada pela procuradora-geral da República, a qual reafirmou que pretende tornar isso uma praxe em sua gestão, a fim de promover a união do Ministério Público Brasileiro.

Na oportunidade, o PGJ/AP assinou com a PGR o Termo de Cooperação Técnica celebrado entre o CNMP e o MP/RJ, para a criação e expansão do Sistema Nacional de Localização e Identificação de Desaparecidos – SINALID.

No Brasil, nos últimos 10 anos, mais de 693.000 pessoas desapareceram de suas famílias. No Amapá esse número é de 467 desaparecidos.

O PGJ do MP-AP salientou que “o desaparecimento é pior que a morte, pois nesta, após o funeral, a vida segue; diferentemente, no desaparecimento, enquanto não encontrada a pessoa, a dor da família parece nunca cessar”.

Serviço:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Estado do Amapá
Contato: (96) 3198-1616
E-mail: asscom@mpap.mp.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *