Projeto mães das favela da CUFA beneficia mulheres de Macapá

Por Izam Cabrero

A CUFA (Central Única das Favelas) é uma ONG com atuação nacional que neste momento da crise da pandemia do Covid 19 lança o Projeto Mães da Favela que ajuda mães de todo o Brasil, por 2 meses, com uma bolsa no valor de R$ 120,00 (Cento e vinte reais). Esse valor é repassado para a mães solo, que criam seus filhos sozinhas, sem ter apoio do pai das crianças ou, até mesmo, do governo que se ausenta se suas responsabilidades institucionais com a população mais pobre deste país.

Os líderes de cada Estado recebem um número de vagas para cadastrar as mães que moram nas comunidades assistidas pela equipe da CUFA. Aqui no Amapá já foram cadastradas 300 mães no Projeto Mães da Favela.

A décima avenida do Congós foi a primeira comunidade a receber o benefício dos 120 reais para atender a 100 mulheres cadastradas na primeira etapa do projeto. Na segunda rodada, foram cadastradas mais 200 mães de outras ruas do Congos e, também, de outros bairros como: Zerão, Universidade e Araxá, totalizando 300 vagas preenchidas no Projeto da CUFA. A próxima comunidade a receber o projeto Mães da Favela será o bairro do Novo Horizonte, na zona norte da capital de Macapá, onde as lideranças da CUFA têm atuação.

A CUFA tem parceria com três grandes empresas que ajudam com o pagamento do benefício do projeto.

PIC PAY, VALE e TICK ALIMENTAÇÃO.

Se a mãe tiver telefone digital, ela pode baixar o aplicativo da Pic Pay e receber o valor no aplicativo, podendo fazer saques e compras. Para as mães que não possuem aparelho telefônico, a alternativa é receber o valor da bolsa no cartão Vale Alimentação para efetuarem a compra em qualquer supermercado da cidade de Macapá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *