Randolfe pede a ministro da Saúde que Amapá não seja excluído de recursos para abertura de novos leitos de UTI

Nesta segunda-feira (29), o senador Randolfe Rodrigues (29) informou que irá pedir explicações do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, sobre o motivo do Amapá ter sido excluído dos recursos destinados pelo governo federal para a abertura de novos leitos de UTI.

O ministro participa, durante a tarde, de audiência pública no Senado Federal.

Foi publicado no Diário Oficial da União de hoje, pelo MS, uma portaria que prevê a liberação de R$ 44 milhões para 14 estados da federação utilizarem o recurso na abertura de leitos e tratamento de pacientes com a Covid-19.

O pacote financeiro, entretanto, não contempla o Amapá, estado que já tem sua rede hospitalar sem capacidade para atender a demanda de infectados com o coronavírus.

Segundo dados do Ministério Público Estadual, até o domingo(28), um total de 39 pessoas estavam aguardando internação em tratamento intensivo e mais de 20 amapaenses perderam a vida em decorrência da Covid-19 nas últimas 48h.

“Não aceitaremos e usaremos todas as medidas que forem necessárias, questionando o Ministério da Saude e também recorrendo, mais uma vez, ao Supremo Tribunal Federal. É inaceitável a exclusão de nosso estado diante da gravíssima crise que nós estamos vivendo com o colapso de nosso sistema de saúde”, declarou o senador.

Assessoria de comunicação do senador Randolfe Rodrigues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *