Baixa procura: Cobertura vacinal contra influenza alcança 12,7% do público alvo no Amapá

Foto: Arquivo SECOM – Vacinas contra influenza estão disponíveis na UBS.

A vacinação contra influenza teve início no dia 12 de abril seguindo o Plano Nacional de Imunização (PNI). No Amapá 35.165 pessoas foram vacinadas até o dia 16 de maio, o que representa 12,7% do público alvo. Os dados foram apresentados em um relatório da Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS).

A SVS, responsável pelo recebimento e distribuição dos imunizantes, garantiu que todos os municípios recebessem sua cota em tempo hábil.

De acordo com o relatório, o município de Calçoene foi o que aplicou mais doses. Foram 2.811 pessoas imunizadas, que corresponde a 91,4% do público alvo. Oiapoque aparece com menos doses aplicadas. Foram 190 pessoas imunizadas, o que corresponde a 1,2% do público alvo.

Andrea Marvão, chefe do Setor de Imunobiológicos da SVS, acredita que a baixa procura seja por conta do receio da população em procurar as Unidades Básica de Saúde para se vacinar.

“Com a pandemia de covid 19 que aflige todo o mundo é natural que as pessoas tenham medo de procurar os locais de vacinação, mas nós garantimos que todos os técnicos que estão em contato com as as vacinas estão preparados para atender a população”, afirma Andreia.

O dia “D” para vacinação ficou a cargo das prefeituras de cada município, que estão estudando o melhor momento para poder fazer o anúncio.

A campanha faz parte do Plano Nacional de Vacinação e encontra-se na segunda etapa cujo público a ser atingido são professores e idosos com mais de 60 anos. Essa etapa termina no dia 8 de junho. Pessoas que ainda não tomaram a vacina e pertencem a primeira etapa, que são crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, trabalhadores da saúde e povos indígenas, devem procurar a vacina na UBSs.

Quando considerado os grupos prioritários, o relatório aponta as puérperas como o público mais imunizado, com 33,1%, seguido de gestantes com 29,7%. A população indígena, com 0,4% de cobertura vacinal, é o público menos alcançado.

A vacinação terá mais uma etapa que começa no dia 9 de junho e vai até 9 de julho. Neste período serão vacinados os integrantes das Forças Armadas, de segurança e de salvamento, pessoas com comorbidades, condições clínicas especiais ou com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário, trabalhadores portuários, funcionários do sistema penitenciário, população carcerária e adolescentes em medidas socioeducativas.

As autoridades de saúde recomendam um intervalo de 15 dias , entre a vacina da covid 19 e da influenza.

Nathanael Zahlouth e Marcelo Guido
Assessoria de comunicação da SVS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *