Carta ao Editor – por Angela de Carvalho

Querido editor José Xavier Cortez, escrevo esta carta para lhe contar a minha história de dois anos de Pescador de Sonhos.

Saí da gráfica em 17 de novembro de 2017 e hoje, 19 de dezembro de 2019, me dou conta que já tenho dois anos de “vida própria”, circulando pelas mãos de gente de vários cantos, principalmente mãos de crianças.

Minha primeira edição foi de 3.000 exemplares e por ser uma edição especial de “Venda Proibida”, tive o privilégio de esgotar rapidinho, pois todos me queriam e me recebiam com alegria.

Nas margens do Amazonas, foi onde tive meu primeiro contato com “O público”, na Guarderias da Amazônia, lugar de encontro de velejadores. Sentir aquele vento do rio em minhas páginas, foi um verdadeiro “batismo”. Assim foi que segui, sendo distribuído em praças, rodas de contação de histórias e diversos eventos literários. Estive no encontro do Selo Unicef-AP, e por isso ainda em dezembro/2017 embarquei em viagens por todos os municípios do Estado do Amapá. Foi também em 2017, meu primeiro Natal Encantado pelo Projeto Cangapé, para crianças do bairro Aturiá no Araxá.

Cheguei em muitos lares através das mãos de trabalhadores de várias profissões: embaladores de supermercados, garis, domésticas, bibliotecários, e principalmente professores. Em uma Jornada Pedagógica, do município de Macapá, eu era exemplar presente em cada uma das pastas distribuídas aos mil participantes. A roda de leitura em janeiro de 2018, no Raízes do Bolão – Curiaú com os meninos e meninas que festejaram o aniversário da dona Esmeraldina, também foi um dia inesquecível para mim

Emocionante foi o dia em que embarquei nos barcos ancoradas no Canal do Jandiá, ali no antigo Igarapé das Mulheres. E o coração bateu forte, nas ilhas do Arquipélago do Bailique. Delícia maior desse mundo, me sentir abraçado pelas crianças sentadinhas nas montarias – igual a canoa dos meus pequenos pescadores. Eram todo cuidados, para eu não me molhar.. Sim! É de barco que vou para Santarém, em deliciosa viagem, na sacola de presentes @debubuianaleitura, nas festas de final de ano.

Acredite! Em outros municípios do Pará estou no acervo das bibliotecas e de alguns outros estados do Brasil, também. No FNPETI fui distribuído para vários representantes de outros Fóruns , levado pelas mãos de uma representante do Fórum do Estado do Amapá. E na Pan Amazônica de 2018, estive dialogando com outros livros em uma Oficina: “Diálogos de Pescadores de Sonhos com obras literárias para infância”. Minha vaidade lembra que até pelas terras de Andersen – na Dinamarca, circulo nas mão de crianças que lêem minhas ilustrações. Gosto muito disso, pois a ilustração é uma linguagem que dá asas à imaginação das crianças.

No meu primeiro ano de vida – 2018, fui o livro escolhido como tema da Sala de leitura da EEEF Modelo Guanabara, e acabei virando com muito orgulho, nome de Biblioteca!

Neste final de 2019, fui inspiração para os alunos da escola Sesc que, orientados pelas professoras, realizaram uma exposição maravilhosa: vi muitos “Assis” e Jonielsons”, com chapéu de palha e calça de pescador. PorDemaisLindo! De chorar de emoção.

E é com alegria que encerro esta carta relato de meus dois anos de existência, com a notícia de que um grupo de Acadêmicas do Curso de Pedagogia do IESAP, Intituto de Ensino Superior do Amapá, realizaram um trabalho com o título: “A Mulher Amazônica: Do Lugar de Fala a Fala da Obra “Pescadores de sonhos” de Angela de Carvalho(2017): Representações e Contribuições à Educação.

Sinto-me cada dia mais pertencente aos meus leitores e quero cumprir a minha vocação de formar muitos outros mais. Esta é a missão desta que me me escreveu e me deu asas, Ops! Me deu páginas para circular nesse país de crianças que trabalham, quando poderiam estar lendo, brincando, pintando e Fazendo ARTE!

Minha gratidão maior é fazer parte do selo Cortez Editora, por isso escrevi esta carta, que agora envio com um forte abraço ao senhor, querido José Cortez. Agradecido sou também, a todos os que me fazem chegar as mãos de meus queridos leitores.

Assinado: Livro Pescadores de Sonhos, dezembro de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *