Festival de dança no AP vai arrecadar brinquedos para doações no Natal

Por Fabiana Figueiredo, do G1 Amapá
Cerca de 40 apresentações estão sendo preparadas para o festival de danças denominado Natal Solidário. O evento quer arrecadar brinquedos para doação a crianças carentes da periferia de Macapá. Promovido há 5 anos pelo grupo de danças Isadora Duncan, o festival vai acontecer neste sábado (22), a partir das 19h, no Teatro das Bacabeiras. A entrada será um brinquedo novo.
 
A coreógrafa e criadora do projeto Mirla Barreto disse que a ideia do festival é fazer um Natal diferente.
 
“Vamos fazer a distribuição dos brinquedos para casas espíritas e para as crianças que sofreram o incêndio no bairro Perpétuo Socorro, no ano passado, ou seja, onde houver crianças carentes e nós pudermos contemplar com as doações. Há tanto brinquedo bom, quanto mais número de crianças nós agraciarmos, isso será bom também para a gente. Acho que isso é o verdadeiro Natal”, disse Mirla.
 
O festival acontece há 5 anos no estado, com a participação de grupos de danças de escolas públicas e particulares e grupos independentes de Macapá, Santana, Laranjal do Jari e do Pará.
 
“Vários grupos de dança vão se apresentar com vários ritmos, como clássico, funk, hip hop, balé contemporâneo, dança moderna, dança de salão e dança do ventre, mostrando as diversificações”, conclui a coreógrafa.
 
Serviço:
 
Festival de danças Natal Solidário
Dia: 22 de novembro
Hora: 19h
Local: Teatro das Bacabeiras
Entrada: 1 brinquedo novo
 

Semed promove Festival de Dança das Escolas Públicas de Macapá

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) promove na hoje (17), o Festival de Dança das Escolas Públicas do Município de Macapá. O evento acontecerá no Teatro das Bacabeiras, das 14h às 18h, e reunirá 22 unidades escolares do ensino fundamental das zonas urbana e rural. A temática é livre, e o objetivo é apresentar danças coletivas (regionais, clássicas, circulares e contemporânea), que permitam apropriação de espaços, ritmos, possibilidades de subjetivação de crianças, adolescentes e jovens na promoção da saúde e socialização por meio do movimento do corpo de dança. 

O festival está inserido na programação das atividades do Programa Mais Educação, que atende 44 escolas da rede municipal. De acordo com a coordenadora do Departamento de Ensino, Sandra Casemiro, o evento é uma oportunidade de fomentar as práticas das atividades de danças desenvolvidas no interior das escolas. “É uma chance para os alunos demonstrarem suas produções e socializarem com os demais estudantes a arte, no tocante à dança, e revelar um contexto de atividade que busca a promoção integral, e, em decorrência da interatividade, descobrir talentos”. 

A entrada é franca e conta com uma programação diferenciada para agradar a todo tipo de público.

Programa Mais Educação

Faz parte das ações do Plano Brasil Sem Miséria e é coordenado pelo Ministério da Educação (MEC). Tem como objetivo ofertar uma proposta inovadora de educação, com jornada de, no mínimo, 7 horas diárias, e recursos financeiros do Programa Dinheiro Direto na Escola, repassados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para as Unidades Executoras das Escolas (UEx).

O programa oferece educação em tempo integral em escolas da rede pública, disponibilizando métodos de estudos, atividades pedagógicas, esporte, lazer, cultura, artes, inclusão digital, promoção da saúde, prevenção, educação científica e educação econômica.

Ariane Lopes/Asscom Semed

Dança comigo? Parte 03 (por @flavia_comunica)


Os pares se encontram no olhar e se tocam nas vibrações. Embalam os passos no desejo de suas almas”
  
Contraditório à temperatura da cerveja que estava à mesa, Peter sentiu a face e as orelhas esquentarem. Num impulso bobo levantou a caneca, deu um gole para entender o que acontecia. Estava frente a Sophia e de suas inseguranças, sob a momentânea sensação de euforia e imobilidade.

Ela era ainda mais bela de perto, seu sorriso ainda mais vermelho, e seus olhos de um negro iluminado. Cada fio de cabelo parecia moldurar o brilho radiante de emoções que desenhavam as formas de seu rosto. A roupa escura completava o ambiente. Sophia era a folia daquela taverna.

A dançarina era mais do que Peter podia ver na distância, entre os outros que se deixavam levar pela vibração do lugar, ela era a rainha. Ele, um súdito rendido, seja por meio da hipnose, resultado daqueles passos, ou movimento dos quadris… Ou por ser refém de seus desejos primitivos. Segundo gole: “_Desculpe, eu nunca danço moça”…
Flávia Fontes

Dança comigo? Parte 02 – @flavia_comunica


“E o desejo de ser libertá-lo movia cada centímetro de seu corpo. A dança começou”


E, Peter erguia o copo pela centésima vez em direção à Sophia, disfarçando olhares e sensações. “Copo erguido, emoções ocultas”, pensava. Sem perceber que tudo fazia sentido.

O ritmo da música que embalava a madrugada fazia a dançarina fechar os olhos para a multidão. E, escancarar os sentidos para que, mais um drinque fosse erguido. Ela sentia Peter. “Cada pálpebra que se mexe daquele olhar, eu sinto”, dizia em sua quente convicção Sophia. O seu suor se esvaía em desejo de que, cada movimento molhado fosse liberto da alma. “_Vamos dançar moço?”…

Flávia Fontes

Dança comigo? (Parte 01) – @flavia_comunica


Eu o convidei para dançar.  Embora soubesse que ele jamais aceitaria. Era só uma forma de dizer que, a próxima música dançaria para ele”. 
As primeiras ondas sonoras se espalham em minha derme. Fazendo-me questionar um “superego” timidamente estático. E, elas, as ondas, envolvem meus membros, um a um, contagiando o tronco, e finalmente, a cabeça. Sim, por que a música não me faz pensar, ela me impele às sensações, aos toques platônicos, assim como às e sinergias ocultas à minha racionalidade humana…

Então, suas vibrações invadem meus poros até alcançarem cada milímetro da minha alma… E, movê-la… Prá lá… E cá… E, por meio da alma saboreio cada tom da melodia… Embebida por uma harmonia de sons, inexplicavelmente contagiantes, eu… Danço.
Flávia Fontes – Jornalista (ins-pirada)

Sesc Araxá é palco do espetáculo de dança ‘A Onda Encantada’

Por Fernanda Picanço

“A Onda Encantada” será a atração da 9ª noite da Mostra Sesc Amazônia das Artes, evento que promove o intercâmbio cultural entre a Amazônia Legal, em dez noites de música, teatro, dança e cinema. Nesta quarta-feira (27), será a vez do Grupo Jalam (PA), apresentar o espetáculo de dança, no espaço bambuzal localizado no Sesc Araxá, às 20h. A entrada é franca.
O espetáculo irá usar o palco para construir uma cena interdisciplinar dos modos de representação, como teatro, circo, dança e música ao vivo. Desta forma, é criado um universo artístico no qual a diversidade predomina e cria um diálogo com o público por meio de movimentos que oscilam entre situações dramáticas e virtuosas.  
Onda Encantada é uma ação que explora o movimento do nível do corpo ainda no chão. O tecido acrobático promove a suspensão que alarga as fronteiras do espaço e relação com a gravidade, ampliando as possibilidades de dança.
Suspensa por tecidos, a bailarina paraense Tatiana Benone, retorna às raízes de sua infância, nas lembranças dos sapinhos “cantando” nas ruas da Baía do Sol, em Mosqueiro, ou nos movimentos que fazem as garças no Marajó ou em uma rua qualquer de Belém. Tati brinca com os tecidos como passeia pela memória, em um acontecimento que se diversifica entre o chão e o alto, em que o tecido torna-se luz e rios em diversos momentos.

A trilha sonora do espetáculo é original e foi criada por Gustavo Lemos (SP) durante a concepção do espetáculo para construir a ambientação sonora dos movimentos, sensações e imagens, sendo mixada ao vivo por Yash (Wagner Luna/PA) que também participa do jogo cênico, tornando-se mais um ser poético em questão.
Perfil
O Grupo Jalam nasceu com o projeto “Um solo para minha terra” que circulou com o espetáculo ‘A Onda Encantada’ por sete cidades no Estado do Pará e Amapá em 2013, sendo contemplado pelo Prêmio Funarte Petrobras de Dança Klauss Vianna/2012.
O grupo é composto pelos artistas: Tatiane Benone (texto, concepção e elenco); Daniele Faria (trilha sonora e elenco); Gustavo Lemos (trilha sonora); Andreza Maia (preparação corporal), Marluce Jares (figurino) e Boris Knez (objetos cênicos), com o apoio de Yvana Grizanto (assessoria de imprensa e redes sociais) e Viviane Pinheiro (vídeos e fotografias de criação).
Serviço:
Assessoria de Comunicação e Marketing
Fone: (96)3241-4440 (Ramal 235) / (96)9112-1145
Site: www.sescamapa.com.br
Facebook: Sesc Amapá
(26/8/14)

Sesc Amazônia das Artes apresenta espetáculo de dança Origens

Por Petrônio Valente

O Sesc Amazônia das Artes traz nesta sexta-feira (22),  o espetáculo de dança “Origens: uma homenagem a Hélio Melo”, da Cia. Garatuja de Artes Cênicas (AC), às 20h, no Salão de Eventos do Sesc Araxá.
A companhia Garatuja de Artes Cênicas buscou inspiração nas obras do artista acreano Hélio Melo (1926-2001), para retratar a relação do modo de vida do homem da floresta e a dramaturgia na dança. A partir de pinturas moventes em um espaço cênico, que mescla lembranças, cores, emoções, conflitos, inquietudes, carga dramática e, ao mesmo tempo, a simplicidade vista nas obras do homenageado.
As coreografias e cenas do espetáculo são carregadas de subjetividade e reflexões sobre a modernidade, com base no questionamento do fazer artístico de Hélio Melo.

O espetáculo tem encenação e dramaturgia, direção, operação de luz e som, figurino e iluminação de Valeska Alvim; cenografia de Gisela Brugnara; direção musical de Écio Rogério; fotografia de Diego Gurgel e Allen Ferraz; e realização do grupo universitário de artes cênicas “Nois da Casa”.
Amazônia das Artes 

O evento está em sua 7ª edição, acontece até o dia 28 de agosto em Macapá e conta com atrações culturais dos nove estados da Amazônia Legal (Amapá, Acre, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins), e do Piauí. A mostra reúne obras artísticas de dança, teatro, música e exibição de documentário. A entrada para todas as atrações é gratuita.

Serviço:
Sesc Amapá
Assessoria de Comunicação e Marketing
Fone: (96)3241-4440 (ramal 235)
Site: www.sescamapa.com.br
Facebook: Sesc Amapá
(21/8/14)

Espetáculos de dança e teatro em Macapá!


O projeto Palco Giratório do Sesc Amapá, faz a alegria dos amantes do teatro e de dança, no período de 25 a 27 de julho, na unidade do Sesc Araxá e Casa do Artesão. E para quem ainda não se apaixonou por estas artes, eis o momento

Vai rolar oficina de técnica teatral; a atração “O Doce e o Amargo do Nariz Vermelho”, do grupo Os Magníficos; e apresentação do espetáculo de dança e teatro “Do Repente”, do grupo Lamira Companhia Cênica de Tocantins.

O espetáculo “Do Repente” faz uma releitura do universo romanceiro popular nordestino, com o universo urbano e globalizado da atualidade, no intuito de produzir uma experiência estética diferenciada para o público. O processo de criação do espetáculo englobou pesquisas sobre “Commedia dell’arte”, o uso das máscaras na construção de personagens e a movimentação articular, existente na manipulação de títeres (Boneco que se move por cordéis e engonços, imitando gestos humanos). 

Veja a programação e se agende!

25/07 (sexta-feira)
9h –Oficina de técnicas teatrais
Local: Teatro Porão (Sesc Araxá)

26/07 (sábado)
19h – Espetáculo: O Doce e o Amargo do Nariz Vermelho
Grupo: Os Magníficos (AP)
Local: Casa do Artesão

27/07 (domingo)
20h – Do Repente
Grupo: Lamira Companhia Cênica
Local: Casa do Artesão

Serviço:
Palco Giratório
Sesc Araxá – Rua Jovino Dinoá, 4311
Informações: 3241-4440 ramal 235
Petrônio Valente – Técnico em Comunicação – Sesc/AP

Escola de dança promove espetáculo ‘Sob a Luz de um Cabaret’


A Escola de Dança Agesandro Rêgo promove o espetáculo “Sob a Luz de um Cabaret” em Macapá. A apresentação vai acontecer nos dias 8 e 9 de junho, no Teatro das Bacabeiras, localizado na Zona Central da capital.

Ao menos 160 bailarinos vão participar do espetáculo. A apresentação vai mostrar como eram as festas em cabarés. O figurino é especial e o cenário vai contar com uma produção diferenciada.

Serviço:

Sob a Luz de um Cabaret
Dia: 8 e 9 de junho
Local: Teatro das Bacabeiras
Hora: 20h
Ingressos: R$ 15 (antecipados) e R$ 30 (na hora)

Grupos de dança podem inscrever projetos para patrocínio em 2015


Até o dia 15 de junho, estão abertas as inscrições para grupos de dança do Amapá que queiram inscrever projetos culturais para patrocínio ao longo de 2015. Serão aceitas propostas específicas da área de dança, das categorias: montagem de festivais, mostras, espetáculos, manutenção de companhias, circulação, produção de vídeos, livros e periódicos, sites, cursos, workshops, oficinas, palestras, fóruns, exposições fotográficas, exibições de vídeos e filmes.

A seleção acontecerá de 15 de junho a 1º de julho e a divulgação dos resultados será em agosto. O edital prioriza projetos que já tenham sido aprovados, inscritos ou que pretendam se inscrever em leis de incentivo à cultura, em processo de aprovação. O regulamento completo está disponível no site.

A plataforma de patrocínios faz parte do programa “O Boticário na Dança”. Neste ano, 39 projetos já contam com patrocínio do programa, totalizando investimentos de mais de R$ 5,4 milhões via leis de incentivo.

‘Dança na Praça’ terá ‘aulões’ com arrecadação de alimento para doação


A 5ª edição do projeto ‘Dança na Praça Macapá’ vai contar com ‘aulões’ de Muay Thai, dança do ventre, teatro e zumba. A programação, organizada pela Escola de Dança Macapá (DSM), ocorrerá no sábado (31), a partir de 18h30, na frente da Casa do Artesão, no Centro da capital.

Os interessados em participar do evento podem doar um quilo de alimento não perecível. A doação, que não é obrigatória, será entregue no Instituto do Câncer Joel Magalhães  (Ijoma). No final da programação será realizada uma quadrilha junina com todos os participantes.

O projeto ‘Dança na Praça Macapá’ tem como objetivo levar a dança para praças e lugares públicos da capital. Os aulões de dança que envolvem diversos ritmos musicais são gratuitos e abertos para todos.

Serviço:

“Dança na Praça Macapá”
Local: Casa do Artesão, Centro
Dia: 31 de maio
Hora: 18h30

O Boticário na Dança recebe inscrições para patrocínio de projetos culturais do Amapá


O programa O Boticário na Dança está com edital aberto para receber inscrições de projetos do Amapá que queiram ser apoiados ao longo de 2015. As inscrições podem ser feitas pelo site www.boticario.com.br/danca até o dia 15 de junho. Serão aceitas propostas de patrocínio específicas da área de dança, das categorias: montagem de festivais, mostras, espetáculos, manutenção de companhias, circulação, produção de vídeos, livros e periódicos, sites, cursos, workshops, oficinas, palestras, fóruns, exposições fotográficas, exibições de vídeos e filmes.

A seleção acontecerá de 15 de junho a 1º de julho e a divulgação dos resultados acontecerá em agosto. O edital O Boticário na Dança prioriza projetos que já tenham sido aprovados, inscritos ou que pretendam se inscrever em leis de incentivo à cultura, em processo de aprovação. O regulamento completo está disponível no site, em “Inscreva seu Projeto”.

Sobre a plataforma O Boticário na Dança – A plataforma de patrocínios O Boticário na Dança consolida a marca como uma das grandes apoiadoras da dança no Brasil. Neste ano, 39 projetos já contam com patrocínio do programa, totalizando investimentos de mais de R$ 5,4 milhões via leis de incentivo. Com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento e valorização da dança como expressão artística no país, O Boticário na Dança expandiu sua plataforma de patrocínios, lançada em 2013, chegando a 14 estados brasileiros em 2014.

Inscrições: De 1º de maio a 15 de junho de 2014
Seleção: De 15 de junho a 1º de julho de 2014
Divulgação dos resultados: Agosto de 2014

Sobre O Boticário – O Boticário é uma empresa do Grupo Boticário. Fundada em 1977, em Curitiba (Paraná), tem hoje a maior rede de franquias do Brasil e conta com mais de 900 franqueados e 3.690 pontos de vendas em cerca de 1.750 cidades brasileiras. Seus produtos têm preços acessíveis, sofisticação e tecnologia de ponta. São mais de 1.100 itens, entre maquiagem, perfumaria e cuidados pessoais, como cremes, protetores solares, loções, desodorantes, shampoos, sabonetes, entre outros.

Atendimento à Imprensa
Dune Comunicação Corporativa
(96) 3081 0094 
Dione Amaral [email protected] (96) 8100 6101
Flávia Fontes [email protected] (96)8112 9431
Thainá Rodrigues [email protected] (96) 8121 2470

Aniversário do Grupo Isadora Duncan e comemoração do Dia Mundial Da Dança


O Grupo de danças Isadora Duncan completará, no dia 29 de abril, 21 anos de dedicação e amor a dança, e nesse mesmo dia comemora-se o Dia Mundial da Dança. Então reunimos os melhores grupos do Amapá e vamos fazer um evento todo especial para comemorar datas tão importantes.

Quem são os convidados? Cia de Danças Encanto Norte, Grupo de Danças da Escola Líder, Espaço de Danças Anete Peixoto, Grupo de Danças D&D, Escola de Danças Agesandro Rego, Grupo de Danças Reluz, Grupo de Danças Deise Dance, Grupo de Danças Glorificart, Cia de Danças Coaracy Nunes, Cia de Danças Step Dance, Cia de Danças Melissa Ribeiro, Grupo de Danças do Podium e Grupo Estilo Negro.

E os convidados mais que especiais são aqueles que adoram a dança independente da cor, raça, idade, se sabe dançar ou não, ou seja, TODOS estão convidados dos menores aos maiores. Venha comemorar conosco!

Serviço:

Quando: 29 de abril, tem data melhor para se comemorar o dia da Dança? 
Onde? Teatro Das Bacabeiras.
Que horas? 20 horas.
Ingresso: R$ 10,00 a meia. 

4º Sarau Solidário: CAMPANHA NATALINA 2013

Há mais de 15 anos, a Associação Novo Encanto, realiza em Macapá a Campanha Natalina, através das Caminhadas Natalinas que buscam a aquisição de alimentos, roupas e brinquedos usados que são distribuídos em cestas para as famílias carentes de comunidades da cidade, como às do Km 09.

O Sarau Solidário é uma forma de dar continuidade a esse trabalho de arrecadação e ao mesmo, uma vez que a contrapartida pela entrada é a doação de 2 Kg de alimentos não perecíveis. Mas é acima de tudo um projeto sociocultural que visa contribuir para ampliação do acesso do cidadão aos bens culturais. Cultura é espaço de inclusão social.
O projeto Sarau Solidário é executado pela Associação Novo Encanto. Pelo quarto ano consecutivo será realizado, envolvendo apresentações musicais, dança, poesia, artesanato, exposição e venda de comidas típicas.

IV SARAU SOLIDÁRIO
DIA: 15 DE DEZEMBRO
LOCAL: MUSEU SACACA
HORA: A PARTIR DAS 17:00

ATRAÇÕES CONFIRMADAS

MÚSICA: 
AMADEU CAVALCANTE
ZÉ MIGUEL
BRENDA MELO
CLÉVERSON BAIA
SABATIÃO 
RONNI MORAES 
LORENA ZEN 
BRENDA FERNANDES 
CAMILA RAMOS
NALDO MARANHÃO
GRUPO MUSICAL MENINOS DO JANDIÁ- FLAUTA

DANÇA:
• COMPANHIA DE DANÇA MELISSA RIBEIRO
• CIA MOVERE IN D@NCE
• GRUPO DE DANÇA LUCIMAR AMORAS

TEATRO: 
• JOCA O CONTADOR DE HISTÓRIAS – UMA HISTÓRIA DE NATAL