Unifap lança Especialização em Estudos Teatrais Contemporâneos

A Universidade Federal do Amapá (Unifap) lançou o edital para formação da primeira turma do curso de Especialização em Estudos Teatrais Contemporâneos. São 30 vagas para ingresso no segundo semestre de 2019, sendo que 4 são destinadas a pretos, partos, quilombolas ou indígenas, 3 a pessoas com deficiência e 1 vaga para a pessoas trans (travestis ou transexuais).

As inscrições são gratuitas e serão realizadas somente pela internet, a partir desta segunda-feira, 24, e irão até o dia 03 de agosto deste ano. O processo seletivo tem três fases:

– A primeira é a inscrição contendo documentos pessoais, intenção de pesquisa de acordo com as linhas de pesquisas e interesses/eixos de pesquisas dos(as) docentes e do curso, memorial descritivo, currículo lattes atualizado do(a) candidato(a). Esta fase é de caráter eliminatório;

– A segunda etapa se configura como análise de proposta de intenção de pesquisa e análise do memorial descritivo, ambos de caráter eliminatório e classificatório;

– O último estágio é a entrevista com base no Currículo Lattes atualizado, no Memorial Descritivo e na Proposta de Intenção de Pesquisa que também tem caráter classificatório.

Para ser aprovado, o candidato deve obter nota igual ou superior a sete (7,0) na Etapa 2. O resultado final e à lista de classificação serão divulgados no dia 03 de setembro de 2019.

O curso

Na modalidade presencial, o curso tem por objetivo formar especialistas para atuarem na área da pesquisa das práticas teatrais levando em consideração a investigação das linguagens e das poéticas contemporâneas e sua repercussão regional bem como no Brasil. As linhas de pesquisa são: processos contemporâneos no ensino de teatro; processos de criação e expressão cênica contemporâneos; história das artes do espetáculo, dramaturgia e contemporaneidade.

A Especialização terá carga horária total de 400h, distribuídas em período de 18 meses, contemplando atividades teóricas e práticas, individuais e/ou em grupo além do desenvolvimento do trabalho de conclusão de curso (TCC). As aulas presenciais estão previstas para o segundo semestre de 2019 e acontecerão às sextas-feiras no período noturno e aos sábados, compreendendo os períodos da manhã e tarde.

Mais informações no site do Departamento do Processos Seletivos e Concursos: https://depsec.unifap.br/

Assessoria de comunicação

Amapá: Funarte realiza oficina de projetos culturais em artes cênicas

De 24 a 28 de junho a Fundação Nacional de Artes – Funarte realiza a Oficina Elaboração de Projetos Culturais – Artes Cênicas, no Sesc Araxá, no bairro do Beirol, em Macapá (AP). As inscrições estão abertas, até o dia 23 de junho. A ação integra o Programa Funarte de Capacitação Artística e Técnica em Artes Cênicas 2019. A participação é gratuita.

A oficina é destinada a artistas, produtores culturais e estudantes de artes cênicas. Realizado pela da atriz, cantora, professora, dramaturga e produtora Ana Veloso, o trabalho consiste em atividades teóricas e práticas. São disponibilizadas 35 vagas.

Conteúdo

Aula teórica – programa: Como elaborar as diversas etapas de um projeto e participar de editais de entidades públicas e privadas; objetivos do patrocinador; como buscar e manter parcerias na área cultural; e temas afins; apresentação pela ministrante de diversos modelos de projetos, em formulários propostos para adequação a diversas leis e editais; apresentação pela ministrante de modelos e exemplos de projetos sem formatos previamente definidos por patrocinadores ou leis de incentivo – “Que indicadores de avaliação são importantes serem apresentados aos patrocinadores”; noções sobre produção – elemento fundamental para a melhor elaboração do projeto, que promove sua viabilidade.

Prática (individual e em grupo): Confecção de planilhas de orçamento, cronograma, etc..

Ana Velloso

Sobre a ministrante

Ana Velloso é bacharel em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e atriz formada pela Casa das Artes de Laranjeiras (CAL), onde também é professora de Produção Cultural no curso de Formação de Atores, desde 2003. Como sócia fundadora da Lúdico Produções Artísticas (1995), realizou mais de 120 projetos em diversas vertentes culturais, como teatro, música, balé, ópera, literatura e patrimônio.

Em sua atuação como dramaturga, destacam-se espetáculos como: Você Não Passa de Uma Mulher, com direção de Fábio Pillar; É a Mãe, comédia contemporânea que dirigiu em parceria com Duda Maia; Estatuto de Gafieira, com direção de Aderbal Freire-Filho; Clara Nunes – Brasil Mestiço, com direção de Gustavo Gasparani; Atlântida – O Reino da Chanchada, com direção de De Bonis; A Revista do Ano – Politicamente Incorretos, com direção de Sergio Módena.

O objetivo da oficina é levar o aluno a trabalhar sobre os princípios fundamentais, técnicas e processos de elaboração de projetos culturais; fornecer informações sobre: princípios básicos e atualizações das leis de incentivo à cultura; definição de conteúdos básicos para elaboração de projetos – formatação de planilhas (cronogramas, planos de trabalho, planos de distribuição de produtos culturais, planilhas orçamentárias etc) – noções e apresentação de projetos – lay outs e conteúdos.

O Programa Funarte de Capacitação Artística e Técnica em Artes Cênicas 2019

Nesse programa, a Funarte, em parceria com produções locais, realiza oficinas gratuitas em vários estados, como Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Maranhão, Amapá, Rondônia, Amazonas, Tocantins, Bahia, Paraíba, Ceará e do Distrito Federal. Além dos cursos de elaboração de projetos culturais, há aulas de dramaturgia: criação de textos teatrais; direção Teatral; uso do corpo e da voz, produção e administração teatral, interpretação e teatro de bonecos. Além das oficinas, estão previstas no programa três espetáculos resultantes das oficinas de montagem de ópera, teatro Musical teatro popular brasileiro. Todas as atividades são gratuitas. Os cursos são ministrados por profissionais reconhecidos em suas áreas de atuação.

Por meio dessa ação, a Funarte intenciona capacitar e qualificar artistas e técnicos na áreas de circo, dança e teatro. O objetivo é contribuir para difundir, fortalecer e valorizar o processo produtivo dessas artes.

As oficinas são divulgadas no portal da Funarte. A confirmação da inscrição é enviada por e-mail. O número de vagas varia de acordo com a oficina. Se houver desistências, após o preenchimento das vagas, os candidatos que aguardam na lista de espera poderão ser chamados.

Oficina Elaboração de Projetos Culturais – Artes Cênicas
Macapá (Amapá)

De 24 a 28 de junho de 2019, de segunda a sexta-feira, das 18h às 22h
Ministrante: Profa. Ana Veloso
Público Alvo: artistas e produtores culturais / estudantes de artes cênicas
Carga horária: 20h/aula
Número máximo de participantes: 35

Inscrições

Prazo: Até o dia 23 de junho de 2019, através deste LINK

Local: Sesc Araxá – Macapá (AP)
R. Jovino Dinoá, 4311 – Beirol, Macapá
Tel.: (96) 3241 4440

Programa Funarte de Capacitação Artística e Técnica em Artes Cênicas 2019
Fundação Nacional de Artes – Funarte
Centro de Artes Cênicas
Ministério da Cidadania – Governo Federal

Mais informações: [email protected]

Fonte: Funarte

Hoje rola a Oficina em Composição Teatral: corpo e movimento

O ator e diretor Leonel Ferreira, da Cia de Teatro Madalenas (BEL/PA), de passagem por Macapá, realizará a oficina em Composição Teatral – Corpo e Movimento.

A oficina será realizada no período de 24 à 28/06/19, na Biblioteca Pública Elcyr Lacerda e é voltada para pessoas com ou sem experiência em atuação, a partir de 18 anos de idade, e acontecerá no horário de 18h às 20h30.

O propósito é apresentar os princípios da técnica de viewpoints, bem como desenvolver ações que possibilitem o treino e a criação artística de maneira que ao término da oficina os participantes realizem uma apresentação em espaço público de grande circulação.

Viewpoints é uma filosofia traduzida em técnica de improvisação que possibilita um vocabulário para pensar e agir sobre movimentos e gestos. Esta técnica é muito utilizada para treinar performers, construir um grupo e criar movimento para o palco.

Serviço:

Oficina em Composição Teatral
Data: 24 à 28/06
Hora: 18h às 20h30
Valor: R$ 50.00
Local: Biblioteca Pública Elcyr Lacerda
Informações: 99173-0955 (Paulo Alfaia)

Fonte: Café com Notícias

Nos dias 28 e 29 de junho: espetáculo teatral Lugar da Chuva no Amapá Garden Shopping

O espetáculo LUGAR DA CHUVA é uma viagem afetiva e poética pela Amazônia amapaense, fruto de uma residência artística na cidade de Macapá e seus arredores.

A dramaturgia cartográfica, que organiza o texto por ilhas, navega por diversos locais na foz do Rio Amazonas, reinventando cenicamente as sensações e reflexões que atravessam os corpos durante o seu percurso entre a cidade e a floresta, entre o mato e concreto, entre o rio e a rua.

As apresentações no Espaço Garden In Cena comemoram 1 ano de existência do espetáculo LUGAR DA CHUVA. Além disso, também são um “esquenta” para as apresentações no FIT – Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto-SP em Julho, ocasião em que o Frêmito Teatro vai representar o Amapá e a Amazônia num dos maiores e mais importantes festivais de teatro do Brasil.

A peça é fruto das experiências vividas durante um laboratório criativo realizado na capital amapaense, no final de 2017, quando o grupo paulistano Agrupamento Cynétiko viajou até a cidade para uma residência artística em intercâmbio com o Frêmito Teatro.

Na ocasião, os coletivos percorreram lugares significativos para a pesquisa sobre territorialidade na Amazônia Amapaense.

O atravessamento mútuo entre os artistas e os locais visitados nutriram a construção das cenas, entremeando-se reflexões sobre um Amapá atual, urbano e globalizado, em suas complexas relações com a Natureza, ancestralidades e tradições.

FICHA TÉCNICA:

Realização: Frêmito Teatro (AP) e Agrupamento Cynétiko (SP)
Com: Raphael Brito e Wellington Dias
Concepção e Direção: Otávio Oscar
Dramaturgismo: Ave Terrena Alves
Direção de Arte: Daniele Desierrê
Videoarte: Luciana Ramin
Fotos: Nu Abe
Produção: Wellington Dias
Apoio: Cia Cangapé, Espaço Garden In Cena e Amapá Garden Shopping

SERVIÇO:

Espetáculo teatral Lugar da Chuva
Datas: 28 e 29 de Junho de 2019
Horário: 20h
Local: Espaço Garden In Cena | Amapá Garden Shopping | Macapá-AP
Duração: 70 minutos
Ingressos: Pague Quanto Puder
Bilheteria: No local, 30min antes de cada apresentação | Somente dinheiro
Classificação etária: 12 anos
Telefone de contato: 96 98107-1972
E-mail: [email protected]

Fonte: Frêmito

Peça Teatral Jornada Bufa faz apresentações as quartas-feiras de Junho

Os grupos de teatro amapaense Cortejo Produções Artísticas e o Frêmito Teatro estão juntos na empreitada cênica de montagem do espetáculo Jornada Bufa desde março de 2018. E neste mês de junho, toda quarta-feira, às 19h30, o grupo realiza apresentações gratuitas no Teatro Marco Zero no bairro Perpetuo Socorro.

As experimentações para elaboração da personagem BUFA iniciaram em laboratórios de rua no centro comercial de Macapá, onde foram surgindo falas, repetições de movimentos corporais, vozes e diálogos com transeuntes que serviram de inspiração para a criação do texto, das cenas e objetos que acompanham o dia a dia da personagem título. A partir daí o ator e o diretor iniciaram ensaios em sala fechada para assim aprofundar a pesquisa corporal, vocal, o jogo e o relacionamento da personagem BUFA.

Para Wellington Dias “Jornada Bufa é um convite a olharmos para o que nos incomoda em nós mesmos e na relação com os outros. É ao mesmo tempo uma peça manifesto um teatro do corpo e da voz ressonante, do jogo cênico com liberdade e controle”. Explica.

O trabalho participou do III Festival Curta Teatro, realizado em abril/2018 pela Ói Nóiz Akí e CAPTTA no Teatro das Bacabeiras e foi ganhador do prêmio de Melhor Direção Teatral, além de ter sido indicado aos prêmios de Melhor Ator e Melhor Dramaturgia.

Sinopse – Bufa é um catador de lixo que vive na companhia de resíduos e do lixo do cotidiano alheio. Tratado pela sociedade como homem e bicho, diariamente se equilibra em uma sobrevivência árdua, prazerosa e missionária. O que era pra ser um dia comum na vida desse andarilho torna-se uma experiência intrigante e transcendental. Bufa cai em um buraco de rua que o leva muito além do fundo de qualquer realidade possível. Ele é transportado para o fundo de sua própria consciência, para o âmago do planeta Terra, um lugar onde ele pode observar todas as pessoas para além de suas aparências, por dentro e por fora.

Serviço:

Jornada Bufa
Todas as quartas feiras de junho (19, 26)
às 19h30
Teatro Marco Zero (localizado na Rua Oscar Santos, 397, no bairro Perpétuo Socorro)
Entrada: pague o quanto puder.

Texto: Thiago Soeiro
Fotos: Josimar Nascimento

Com quase 200 bailarinos, escola de dança comemora 10 anos com dois espetáculos em Macapá

Atores da Casa Circo participarão da primeira parte do espetáculo “O Circo”, em Macapá — Foto: Casa Circo/Arquivo

Por Victor Vidigal

Para comemorar os 10 anos de fundação, uma escola de dança de Macapá realizará dois espetáculos que, juntos, somam quase 200 bailarinos – todos alunos da instituição. “O Oscar da Dança” e “O Circo” acontecem no sábado (15) e domingo (16), respectivamente, no Teatro das Bacabeiras, no Centro da capital.

“O Oscar da Dança” é uma apresentação inspirada em grandes clássicos do cinema que abordam a temática em questão, como: Cisne Negro, Flashdance, Dirty Dancing e Footloose e Step Up.

Espetáculos serão apresentados no Teatro das Bacabeiras — Foto: Fabiana Figueiredo/G1

No domingo é a vez de “O Circo” ser a atração principal. O espetáculo, voltado mais ao público infantil, faz uma homenagem ao mundo circense. A apresentação é dividida em duas partes, como detalha Agesandro Rêgo.

“Vamos ter um momento tradicional com as intervenções do Jones Barsou, um artista circense local, mas a maior parte dele é inspirado no espetáculo do Cirque Du Soleil, incluindo a mesma trilha sonora”, disse o coordenador do evento.

Serviço:

10 anos da Agesandro Rêgo Escola de Dança (Ared)
Data: 15 de junho (O Oscar da Dança); 16 de junho (O Circo)
Local: Teatro das Bacabeiras (Rua Cândido Mendes, 1087, Centro de Macapá)
Hora: 20h
Ingresso: R$ 30 (inteira); R$ 15 (meia)
Postos de vendas: secretaria da Ared ( Avenida Acelino de Leão, 926, Trem, Macapá); bilheteria do teatro (somente no dia das apresentações)

Fonte: G1 Amapá

Ator amapaense faz sucesso na cena teatral da Guiana Francesa e se lança como diretor de teatro no território francês

Ator amapaense Patrick Alves – Foto divulgação

O ator amapaense Paulo Patrick Alves Barbosa, de 31 anos, com 13 deles dedicados à carreira no Teatro, faz sucesso em Cayenne, na Guiana Francesa (FRA), com a peça “Voutres Face”, onde interpretou o personagem “la mour”. O artista terá um novo desafio pela frente, no próximo dia 2 de junho, ele estreará como diretor do espetáculo “Petiti Entrepise de Balthazar” (texto do autor Michel Bellier no festival de Theatro Amador da Guyanne ).

Além disso, Patrick Alves também leciona curso de iniciação de teatro infantil com a CIA de Theatro Kazaktheatre no Teatro La Macouria, na cidade guianenese.

Patrick Alves iniciou nas artes cênicas no ano de 2006, em Macapá, no Movimento Cultural Desclassificáveis, quando participou de várias ações socioculturais e apresentações teatrais na capital amapaense.

Espetáculo “Petiti Entrepise de Balthazar”, que estrará no dia 2 de junho de 2019, que marcará o início da carreira de Patrick como diretor

No currículo do ator estão os espetáculos teatrais “Angel”, baseado nos textos de Martin Sherman (2006), “O boi e o Burro a caminho de Belém”(2006), “Cabaret Anjos em Crise Ponto Com” (2010), “Curupira: Um Ser Inesquecível”, representado o Peixe-Boi (2015), entre outros.

Patrick Alves atua no teatro em Caiena Foto: Arquivo Pessoal

Em 2017, Patrick Alves mudou-se para Cayenne para estudar e, atualmente, cursa Artes Cênicas em Cour Florent – uma escola particular francesa de teatro em Paris, criada em 1967.

Em 2018, ele participou como assistente de direção artística e cultural coletiva do projeto No Meio, com a encenação “O mistério do rio e Atipa e Bosíbio”.

Pelo seu trabalho no grupo Desclassificáveis, militância na cultura e projeção da arte cênica do Amapá em território francês – pois como já dito o ator faz sucesso em Cayenne -, parabenizamos Patrick Alves.

Sucesso sempre!

Elton Tavares, com informações da atriz e produtora cultural Andreia Lopes.

V Seminário de Artes Cênicas abre semana de eventos do curso de Teatro na Unifap

Está acontecendo desde esta segunda-feira, 20, o V Seminário de Artes Cênicas do Amapá – Múltiplos Territórios de ocupação. O evento, que é realizado pelo curso de Licenciatura em Teatro da Universidade Federal do Amapá (Unifap), vai até esta sexta-feira, 24, no Campus Marco Zero do Equador, em Macapá (AP). De acordo com os organizadores, o objetivo é apresentar pesquisas na área de teatro, tanto as localmente produzidas como as discussões mais atuais da área, além de promover a interação com pesquisadores de várias partes do Brasil e de outros países como o pesquisador Lechby François, doutorando em ciências da educação na Université de Guyane.

No dia 22 as graduações da região Norte se reunirão no III Encontro de Licenciaturas em Teatro da Região Norte. O evento mapeará ações de ensino, pesquisa e extensão realizadas pelas licenciaturas em Teatro da região Norte com o intuito de estabelecer redes colaborativas para promover intercâmbio e divulgação das produções teóricas e artísticas para todo o Brasil. O encontro ocorrerá no anfiteatro da Unifap, em Macapá (AP).

A Unifap recebe ainda, de 23 a 25 de maio, o VI Encontro Nacional de Pedagogia das Artes Cênicas, no anfiteatro do campus Marco Zero do Equador. Com o tema “Artes Cênicas: como ainda (re)existir?”, o evento será organizado em grandes temas, como Políticas públicas (escola sem partido, reformas curriculares); Diversidade (gênero, étnico-racial); Acessibilidade Cultural; Formação de professores; e Espaços e tempos de formação em Artes.

Serviço

V Seminário de Artes Cênicas do Amapá. De 20 a 24 de maio de 2019. Informações:https://www.even3.com.br/artescenicasamapa/

III Encontro de Licenciaturas em Teatro da Região Norte. Dia 22 de maio de 2019. Informações:https://www.even3.com.br/teanorte/.

VI Encontro Nacional de Pedagogia das Artes Cênicas. De 23 a 25 de maio de 2019. Informações:https://www.even3.com.br/pedace/

Todos com entrada gratuita e abertos ao público em geral.

Curso de Teatro da Unifap recebe nota 4 em avaliação do MEC

O curso de Licenciatura em Teatro, da Universidade Federal do Amapá (Unifap), obteve conceito 4 ̶ em uma escala que vai até cinco ̶ na avaliação de reconhecimento do Ministério da Educação (MEC ), o que atesta a qualidade do curso e torna a graduação apta a continuar funcionando e ofertando vagas. O MEC também avaliou este ano os cursos de Fisioterapia, Engenharia Civil e Licenciatura em Letras – Libras/Português e todos também alcançaram conceito quatro.

O coordenador da licenciatura, Raphael Brito, credita o conceito 4 à qualidade das produções (científicas, artísticas, técnicas, de extensão, de ensino e de pesquisa) que são realizadas pela graduação.

“O curso de Teatro é um curso pioneiro no Amapá, tem só seis anos de existência e, para nós, ter alcançado a nota quatro foi extremamente importante para mostrar o real significado do que a gente tem feito. Esse reconhecimento faz nós vermos que tem sido de grande valia o que tem acontecido no curso. [O conceito 4] nos impulsiona a continuar com a qualidade que a gente tem trabalhado, apesar das inúmeras dificuldades”, observa o coordenador do curso, Raphael Brito.

Para a pró-reitora de Ensino de Graduação, Elda Araújo, o resultado da avaliação do MEC engrandece institucionalmente a Unifap e mostra o compromisso do curso com as metas constantes tanto no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da Instituição como a execução do Projeto Político-Pedagógico da graduação.

Os cursos de educação superior passam por três tipos de avaliação do MEC: para autorização, para reconhecimento e para renovação de reconhecimento. A avaliação é conduzida pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O curso

A graduação em Licenciatura em Teatro existe desde 2013 e atualmente possui 139 alunos matriculados. O corpo docente é formado por 12 professores, sendo um doutor e 11 mestres ̶ dez deles cursando o doutorado.

Atualmente, a licenciatura realiza a gestão do Programa de Cultura da Unifap (Procult), com a execução de 13 projetos culturais e educacionais, e desenvolve quatro projetos de extensão: “Poéticas de Teatro de Grupo”; “Socializando a Cultura”; “A cena como lugar de discussão artisdocente”; e “Processo Educativo em Arte: Posicionamentos em Artes Visuais e Teatro”.

Na pesquisa, o curso tem oito projetos ativos e três grupos de pesquisa certificados pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq): Núcleo de Estudos em Espaços Culturais, Inclusivos e Deliberativos (Necid); Grupo de Pesquisa em Artes Cênicas; e Grupo de Pesquisa Laboratório Nômade.

Política de Avaliação Interna – A Unifap estabeleceu uma política de avaliação interna dos cursos de graduação com o objetivo de realizar um diagnóstico preventivo das graduações, no intuito de sanar as deficiências e prepará-las para a avaliação do MEC. O acompanhamento dos cursos de graduação da Unifap é realizado pelo Departamento de Avaliação Interna (Deavi), que aplica a mesma sistemática de avaliação do MEC. Até março deste ano, 90% dos cursos já haviam sido avaliados.

Assessoria de comunicação da Unifap

Espetáculo estimula sentidos com luzes, sons e aromas em bebês de até 3 anos de idade em Macapá

Peça de teatro ‘Voa’ estimula os sentidos sensoriais de crianças com luzes, sons e aromas — Foto: Sesc/Divulgação

Por Ugor Feio

Integrante do projeto nacional “Palco Giratório”, o espetáculo teatral “Voa” estimula os sentidos sensoriais com luzes, sons e aromas em crianças de até 3 anos e será apresentado em Macapá. A peça terá duas sessões, às 10h e às 16h de terça-feira (14), no Sesc Araxá, na Zona Sul.

A produção é uma realização do Coletivo Antônia, do Distrito Federal, com adaptação livre do conto infantil “A Menina e o Pássaro Encantado”, de autoria de Rubem Alves.

De acordo com a coordenação do Palco Giratório, que é uma realização do Serviço Social do Comércio (Sesc), a narrativa de “Voa” retrata o encantamento pela imensidão do mundo, os impulsos da criança em crescer com os riscos do “desconhecido”.

Espetáculo ‘Voa’ ocorre em duas sessões, às 10h e às 16h de terça-feira (14), no Sesc Araxá — Foto: Sesc/Divulgação

O texto percorre a trajetória da relação de cumplicidade e carinho entre uma dupla de crianças e um pássaro, e explora a perspectiva sobre as diferenças, abordando sentimentos profundos como a saudade e o medo da solidão.

O educador cultural do Sesc, Genário Dunas, detalha que a peça tem um caráter exclusivo, por ser voltada a bebês, e foge do contexto em que o público está acostumado a ver em espetáculos infantis.

“Possui uma linguagem única e ao mesmo tempo plural. É delicado e voltado para esse universo particular dos bebês, especialmente a questão sensorial. Resgata os cinco sentidos e desperta nos pequenos, através do teatro, esse dispositivo tão particular do ser humano”, detalhou.

“Voa” narra a trajetória da relação de cumplicidade e carinho entre uma dupla de crianças e um pássaro — Foto: Sesc/Divulgação

O ambiente da peça estimula a interação dos pequenos com as luzes, os barulhos e os cheiros da história, assim como a própria cenografia em si.

O coletivo brasiliense é um companhia de teatro que atua desde 2009, com trabalho focado em pesquisas de linguagem cênica para bebês e crianças de, no máximo, cinco anos de idade.

Serviço:

Espetáculo “Voa”
Dia: 14 de maio (terça-feira)
Local : Salão de Cultura do Sesc Araxá
Hora: 10h e 16h
Ingressos: R$ 10
Classificação: Crianças de até 3 anos (acompanhadas de apenas um responsável)

Fonte: G1 Amapá

Projeto Palco Giratório traz espetáculo e oficina para o AP

O Sistema Fecomércio AP, por meio do Serviço Social do Comércio (Sesc), dá continuidade às ações do Programa Cultura, através do projeto Palco Giratório, com a apresentação do espetáculo “AQUELAS”, do Grupo Manada de Teatro da cidade de Crato/CE, no dia 30 de abril de 2019 às 20 horas, no Salão de Eventos do Sesc.

O espetáculo “AQUELAS” remonta a história de Maria de Bil, santa popular da cidade de Várzea Alegre-CE, que foi assassinada em 1926 pelo seu “companheiro”, transformada em mártir, e que até hoje é ícone de devoção do povo da região.

Já no dia 29 de abril, a partir das 15h, o grupo MANADA Teatro vai ministrar a oficina formativa “Te escrevo nossos corpos- Trânsito e corpos sensíveis”. Essa oficina/performance tem como objetivo a criação de uma teia de conflitos e provocações, através de exercícios sugestionados. A atividade será direcionada para o público de artistas e estudantes de teatro e terá carga horária de 6h.

Ministrante: Murillo Ramos
Número máximo de participantes: 20 pessoas
Local: Sesc Araxá
Classificação 16 anos
Inscrição: Sala de Cultura Sesc Araxá.
Investimento: 1 kg de alimento não-perecível.

Serviço:

Sesc Amapá
Marcel Ferreira – Assessoria de Comunicação e Marketing
Anézia Lima – Estagiária de Jornalismo
E-mail: [email protected]
Fone: (96)3241-4440 (ramal 235)
Cel/WhatsApp (96) 98407-9956

Neste domingo (28), a Associação Teatral Boca de Cena apresenta espetáculo “Pecadores?”

A Associação Teatral Boca de Cena apresentará, neste domingo (28), a partir das 20h, no Espaço Cultural da própria companhia de teatro, localizado no bairro Zerão, a peça “Os Pecadores?”. O espetáculo é aberto ao público em geral. A única restrição é a faixa etária de idade, mínima de 16 anos.

Sinopse

Utilizando-se de linguagem contemporânea, o espetáculo teatral “Pecadores?” (texto: Dioleno Silva) dialoga sobre pecado e deleita-se nos erros humanos. Dois irmãos, duas diferentes opiniões sobre o mesmo assunto. O que é pecar? O que é o perdão? Cabe ao homem criar o seu próprio Deus ou deixa-se criar? São questionamentos naturalmente abordados no espetáculo.

Serviço:

Espetáculo “Os Pecadores?”
Local: Espaço Cultural da Associação Teatral Boca de Cena, localizado na Avenida Walter Jucá , Nº 785, no bairro Zerão (próximo à 2ª Arena)
Data: 28 de abril (domingo)
Hora: a partir das 20h
Entrada: franca.
Realização: Associação Teatral Boca de Cena
Contato: Raullyan Quintela – 96 99121-1041

Elton Tavares, com informações de Raullyan Quintela.

Última noite do IV Festival Curta Teatro: neste sábado (27), Companhia Panela D’Pressão apresenta peça ILUSÕES no Teatro das Bacabeiras

Neste sábado (27), a partir das 19h, a Companhia Panela D’Pressão apresenta peça ILUSÕES no Teatro das Bacabeiras. Será a última noite do IV Festival Curta Teatro, iniciado no último dia 25.

ILUSÕES – Cia. Panela D’Pressão – Sinopse:

Embalada pela certeza de que tudo é passageiro e que os atos podem mudar os caminhos da vida, uma mulher busca encontrar sua liberdade em meio ao caos social, a guerra psíquica e a morte. A cada passo, constantes ilusões invadem o seu SER, e neste cenário, o sonho de ser livre passa a ser desenhado, entre concretos, sangue, suor, perdas e lágrimas da alma.

Classificação: 12 anos

Atuação: Carla Serejo, Samara Sousa, João Mauro e Tainá Rabelo.

Direção: Sandro Brito
Dramaturgia: Cia. Panela D’Pressão.

Sesc recebe o espetáculo “Brasil Pequeno Itinerante”

Genifer Gerhardt reúne histórias recolhidas por em viagens pelo Brasil.

A Fecomércio por meio do SESC/AP recebe o espetáculo “Brasil Pequeno Itinerante” da palhaça e bonequeira Genifer Gerhardt. A artista reúne histórias coletadas em viagens pelo Brasil, que através de bonecos articulados em miniatura, promove o diálogo entre teatro de bonecos, miniaturização e palhaçaria.

O Espetáculo, destinado a toda família, terá apresentação única, na próxima sexta-feira (26), em dois horários, 09h e 19h, no auditório da Escola Sesc, localizado na unidade do Araxá.

Cada boneco em miniatura é feito a imagem e semelhança das pessoas ouvidas por Genifer, são histórias reais que a artista coletou pelo país que através dessa experiência propõem uma conexão com o que chama de humano comum.

É a primeira vez que a artista se apresenta ao Amapá, que irá fazer parte do circuito de histórias do espetáculo, pois ao final da apresentação, Genifer irá colher histórias dos amapaenses, que serão incremento para o “Brasil Pequeno Itinerante”.

“A cada boneco saído de um bolso, um detalhe e um suspiro. A cada toque de sanfona, uma lembrança e um bailar de palavras. O pequeno como portal. O pequeno como caminho. O ínfimo como eternidade.”

Serviço:

Espetáculo “Brasil Pequeno Itinerante”
Local: Auditório da Escola Sesc, na unidade do Sesc Araxá, Rua Jovino Dinoá, No 4311, Beirol
Data: 26/04/2019
Hora: 9h – 1o Apresentação e 19h a 2o apresentação.
Entrada franca

Sesc Amapá
Marcel Ferreira – Assessor de Comunicação Email: [email protected]
Fone: (96)3241-4440 (ramal 235) Cel/WhatsApp (96) 98407-9956