Hoje é o Dia da Toalha e o Dia do Orgulho Nerd #DiaDaToalha

Hoje (25) é o Dia da Toalha e o Dia do Orgulho Nerd. Vamos por partes. Quanto ao primeiro, trata-se de homenagem ao escritor do famoso livro “Guia do Mochileiro das Galáxias”, Douglas Adams — daí também vem o termo “Dia da Toalha”. Mas também é o dia em que o primeiro filme da franquia “Star Wars” foi lançado, em 25 de maio de 1977 (E nada pode ser mais nerd nesse mundo do que Guerra nas Estrelas).

No caso do Dia do Orgulho Nerd, a data foi escolhida como para comemorar a première do primeiro filme da série Star Wars, o Episódio IV: Uma Nova Esperança, em 25 de maio de 1977 (43 anos de Star Wars, graças a Deus). A saga é amada por nerds do mundo todo. A celebração visa promover nerdices em geral, como filmes, videogames, seriados, quadrinhos, etc.

(Douglas Adams/IMDb)

Já sobre o Dia da Toalha, outra nerdice, como dito no comecinho deste texto, a data é também uma homenagem aos fãs da série “O Guia do Mochileiro das Galáxias”, que simboliza uma parte importante da cultura geek e nerd. A data foi criada em 2001 para lembrar seu criador, Douglas Adams, morto em 11 de maio de 2001.

A primeira homenagem prestada a Adams foi em 25 de maio de 2001, mesmo ano de sua morte, organizada pelos membros da comunidade virtual h2g2. Na época, até se discutiu sobre a possibilidade de alterar o dia para 42 dias depois da data de falecimento de Adams, devido a outro detalhe da saga, mas a data acabou se mantendo.

Em resumo, o dia 25 de maio é uma data para os fãs lembrarem de seu ídolo e da importância da toalha, que inspirou uma página inteira em um dos seus livros. O Guia do Mochileiro das Galáxias apresenta Arthur Dent, que usa uma toalha para viajar (só vou contar isso, leiam o livro e assistam o filme 42 vezes).

A comemoração é tão recente quanto o fato de achar ser nerd legal. Nos filmes, os geeks são retratados como pessoas excluídas, que fazem parte de um grupo seleto de outros nerds. Ou seja: os excluídos! Na última década, porém, os geeks ganharam destaque no mercado cultural e movem uma fortuna em itens colecionáveis.

É possível ver como as duas comemorações andam juntas(“Towel Day” e “Geek Pride Day”). Além de terem surgido para homenagear eventos que aconteceram quase no mesmo dia, era o mesmo público que celebrava as duas “festividades”. Tudo bem que hoje, com a nerdmania, muito mais gente viu Star Wars do que leu O Guia do Mochileiro das Galáxias, mas essas duas obras sempre foram bem próximas do mesmo grupo por muito tempo.

Foto: Fabricio Miranda/Superinteressante

Nunca fui nerd, desses nerdões inteligentes pra caramba. Mas acompanho de perto essa cultura toda. Sobretudo, Star Wars. Não faço parte do perfil clássico da terminologia, pois aprecio futebol (no conceito, nerds não curtem esportes), não sou bom com tecnologia, já dei porrada em doidos mesmo (no sentido literal e nerds são tidos como pacíficos), não gosto de mangás, nunca joguei ‘RPG’, apesar de saber que é bem legal, entre tantas outras atividades incomuns, tidas como esquisitices ou nerdices.

Eu me acho razoavelmente inteligente, mesmo não sendo um nerd, que hoje, é tido como uma expressão/ referência de pessoas inteligentes. E, em nome dessa cultura bacana, fica aqui o registro em homenagem.

Ao ser convidado por uma escola para dar uma palestra, Bill Gates leu para os alunos 11 regras. A ultima delas se refere aos nerds: “seja legal com os NERDs. Existe uma grande probabilidade de você vir a trabalhar PARA um deles”, disse. É isso.

Fontes: TecMundo, Canaltech, Calendarr Brasil e meus 44 anos assistindo filmes, jogando videogame, lendo livros e gibis.

Elton Tavares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *