Música de agora: Bom Senso – Tim Maia

Bom Senso – Tim Maia

Já virei calçada maltratada
E na virada quase nada
Me restou a curtição

Já rodei o mundo quase mudo
No entanto num segundo
Este livro veio à mão

Já senti saudade
Já fiz muita coisa errada
Já pedi ajuda
Já dormi na rua

Mas lendo atingi o bom senso
Mas lendo atingi o bom senso
A imunização
Racional

Já virei calçada maltratada
E na virada quase nada
Me restou a curtição

Já rodei o mundo quase mudo
No entanto num segundo
Este livro veio à mão

Já senti saudade
Já fiz muita coisa errada
Já dormi na rua
Já pedi ajuda

Mas lendo atingi o bom senso
Mas lendo atingi o bom senso
A imunização
Racional

Música de agora: Amor, Meu Grande Amor – (Ângela Rô Rô e Frejat)

Amor, Meu Grande Amor – Ângela Rô Rô e Frejat)

Amor, meu grande amor
Não chegue na hora marcada
Assim como as canções
Como as paixões
E as palavras

Me veja nos seus olhos
Na minha cara lavada
Me venha sem saber
Se sou fogo
Ou se sou água

Amor, meu grande amor
Me chegue assim
Bem de repente
Sem nome ou sobrenome
Sem sentir
O que não sente

Que tudo o que ofereço
É meu calor, meu endereço
A vida do teu filho
Desde o fim até o começo

Amor, meu grande amor
Só dure o tempo que mereça
E quando me quiser
Que seja de qualquer maneira

Enquanto me tiver
Que eu seja
O último e o primeiro
E quando eu te encontrar
Meu grande amor
Me reconheça

Que tudo que ofereço
É meu calor, meu endereço
A vida do teu filho
Desde o fim até o começo

Amor, meu grande amor
Que eu seja
O último e o primeiro
E quando eu te encontrar
Meu grande amor
Por favor, me reconheça

Pois tudo que ofereço
É meu calor, meu endereço
A vida do teu filho
Desde o fim até o começo

Que tudo que ofereço
É meu calor, meu endereço
A vida do teu filho
Desde o fim até o começo

Música de agora: Na Cama – Angela Ro Ro

Na Cama – Angela Ro Ro

Atrás deste rostinho
Eu tenho um fogo angelical
Por dentro do vestido
Eu guardo um corpo infernal
Se agitando, esperando

A droga do teu beijo
Até você me envenenar
Manchar a tua boca
Até você me tatuar
E berrar que me ama

Na cama, na cama
Meu corpo voltou a se agitar na cama

Atrás deste rostinho
Eu tenho um fogo angelical
Por dentro do vestido
Eu guardo um corpo infernal
Se agitando, esperando

A droga do teu beijo
Até você me envenenar
Manchar a tua boca
Até você me tatuar
E berrar que me ama

Na cama, na cama
Meu corpo voltou a se agitar na cama

Suando de desejos
Já não quero nem falar
Que o fogo não se apaga
Se você se entregar
Delirando e queimando

Na cama, na cama
Meu corpo voltou a se agitar na cama

Música de agora: Resposta Ao Tempo – Nana Caymmi (composição de Aldir Blanc)

Resposta Ao Tempo – Nana Caymmi (composição de Aldir Blanc)

Batidas na porta da frente é o tempo
Eu bebo um pouquinho pra ter argumento
Mas fico sem jeito, calado, ele ri
Ele zomba do quanto eu chorei
Porque sabe passar e eu não sei
Um dia azul de verão, sinto o vento
Há folhas no meu coração é o tempo
Recordo um amor que perdi, ele ri
Diz que somos iguais, se eu notei
Pois não sabe ficar e eu também não sei
E gira em volta de mim, sussurra que apaga os caminhos
Que amores terminam no escuro, sozinhos
Respondo que ele aprisiona, eu liberto
Que ele adormece as paixões, eu desperto
E o tempo se rói com inveja de mim
Me vigia querendo aprender
Como eu morro de amor pra tentar reviver
No fundo é uma eterna criança que não soube amadurecer
Eu posso, ele não vai poder me esquecer

Felipe Sena gira a roda da vida. Feliz aniversário, primo! – @lipesenaoficial

Felipe, eu e Bruna – São Paulo – Maio de 2024

Sempre digo aqui que gosto de parabenizar neste site as pessoas por quem nutro amor ou amizade. Afinal, sou melhor com letras do que com declarações faladas. Acredito que manifestações públicas de afeto são importantes. Neste vigésimo sexto dia de maio, meu muito querido primo, Felipe Sena, gira a roda da vida e lhe rendo homenagens.

Professor de inglês, viajante do mundo, corretor de imóveis cantor performático (sim, trata-se de um cara versátil e de multitalentos) e um baita cara porreta, “Lipe” é apreciador de música, dança, coreografias da moda e tem o talento de cantar. Ele é realmente um artista, pois nós da família sabemos o quanto é empenhado em sua carreira em ascensão.

Lipe, Bruna e eu.

Felipe começou sua carreira na noite amapaense, mas hoje em dia, se apresenta nas baladas de São Paulo, onde mora há quase dois anos. Ele também já fez shows em outras cidades brasileiras. Sempre digo a ele que o seu estilo não é muito a minha praia, mas é inegável que ele tem talento e público. Sempre torço pelo seu sucesso.

Filho dos meus queridos Adriano e Silvana, também meus primos e amigos da vida toda, o Lipe é muito inteligente, bem humorado e gente fina. E o alto astral e bom humor? Invejável. O moleque emana positividade e eu adoro bater papos com essa figura.

Eu, Bruna, Felipe e Jack, em Sampa.

Há cerca de duas semanas, ele foi nosso anfitrião (meu e da Bruna, minha namorada/esposa/companheira de vida) e mais uma vez provou ser um cara de paideguice ímpar, pois além de nos levar em locais memoráveis, trouxe sua leveza, alegria e bom humor para nossa estadia na capital paulista. Reforço a gratidão pela presença, Felipe.

Por tudo dito/escrito acima, desejo tudo de melhor nessa vida para o Felipe. Mano, que sigas com saúde, pois tu te garantes. Que teu novo ciclo seja ainda mais paid’égua. Que sigas com essa sabedoria e coragem. Que tudo que couber no teu conceito de sucesso se realize. Que a Força sempre esteja contigo. Que tua vida seja longa. Parabéns pelo teu dia. Feliz aniversário!

Elton Tavares

Show neste sábado (25) celebra história das bandas Angra e Shaman: cantora amapaense Hanna Paulino participa de Especial Shamangra, no Rio de Janeiro – @hanna_paulino

Embalados pelo sucesso absoluto de sua primeira edição em São Paulo, o especial ShamAngra, que conta com membros das formações clássicas do Angra e do Shaman e jovens talentos do cenário brasileiro, anunciou a continuação do projeto com um show no Rio de Janeiro hoje, dia 25 de maio.

A espetáculo acontecerá na icônica casa de shows Circo Voador, situada na Rua dos Arcos, s/n – Lapa, Rio de Janeiro, contando com a presença dos ex-integrantes das bandas Angra e Shaman: Luis Mariutti e Hugo Mariutti, além dos jovens talentos Hanna Paulino (Vocal), Helena Nagagata (Guitarra) e Alessandro Kelvin (bateria); O time se completa com os vocalistas Victor Emeka (Hibia) e Mayara Puertas (Torture Squad), além das participações especiais dos cariocas Thiago Millores e Mari Torres.

A noite ganha um destaque especial com a participação das bandas fluminenses Innocence Lost e Facing Fear, duas bandas que estão em evidência na cena e prometem entregar grandes shows.

O Mariutti Team, equipe do icônico baixista brasileiro, Luis Mariutti, busca através do especial ShamAngra, apresentar um verdadeiro espetáculo para os fãs das bandas. Com clássicos das fases em que Luis esteve nas bandas, passando pelos hinos indispensáveis, e por pérolas escondidas na discografia; recontando a história de dois dos maiores nomes do Metal brasileiro sob uma nova perspectiva.

O termo ShamAngra surgiu de uma brincadeira entre os fãs, que há muito tempo sonhavam com a possibilidade de uma turnê conjunta das bandas; e que se tornou uma grande celebração através do Mariutti Team. A primeira apresentação do projeto aconteceu em janeiro de 2024, na Audio, em São Paulo, criando grandes expectativas por shows em outras cidades brasileiras.

Saiba mais sobre o evento e todas as novidades sobre o ShamAngra através do @mariuttiteam e @shamangraoficial no Instagram.

Confira abaixo o serviço para o Rio de Janeiro:
Data: 25 de maio de 2024, sábado.
Horário: 20h
Local: Circo Voador – Rua dos Arcos s/n, Lapa. Rio de Janeiro.

Assessoria de comunicação

Música de agora: A Minha Menina – Os Mutantes

A Minha Menina – Os Mutantes

Ela é minha menina
E eu sou o menino dela
Ela é o meu amor
E eu sou o amor todinho dela

A lua prateada se escondeu
E o sol dourado apareceu
Amanheceu um lindo dia
Cheirando a alegria

Pois eu sonhei
E acordei pensando nela

Pois ela é minha menina
E eu sou o menino dela
Ela é o meu amor
E eu sou o amor todinho dela

A roseira já deu rosas
E a rosa que eu ganhei foi ela
Por ela eu ponho o meu coração
Na frente da razão

E vou dizer pra todo mundo
Como gosto dela

Pois ela é minha menina
E eu sou o menino dela
Ela é o meu amor
E eu sou o amor todinho dela

A lua prateada se escondeu
E o sol dourado apareceu
Amanheceu um lindo dia
Cheirando alegria

Pois eu sonhei
E acordei pensando nela

Pois ela é minha menina
E eu sou o menino dela
Ela é o meu amor
E eu sou o amor todinho dela

Minha menina
Minha menina

Música de agora: Stephen Fry – Zeca Baleiro

Stephen Fry – Zeca Baleiro

Por onde andará Stephen Fry?
Por onde andará Stephen?
Ninguém sabe
Do seu paradeiro
Ninguém sabe
Prá onde ele foi
Prá onde ele vai…(2x)

Stephen may be felling
All alone
Stephen never do this again
Come back home
Se correr
O bicho pega Stephen
Se ficar o bicho come
Se correr
O bicho pega Stephen
Se ficar o bicho come…

Por onde andará Stephen Fry?
Por onde andará Stephen?
Ninguém sabe
Do seu paradeiro
Ninguém sabe
Prá onde ele foi
Prá onde ele vai…(2x)

Stephen may be felling
All alone
Stephen never do this again
Come back home
Se correr
O bicho pega Stephen
Se ficar o bicho come
Se correr
O bicho pega Stephen
Se ficar Stephen
O bicho come
Se correr
O bicho pega Stephen
Se ficar o bicho come…

Por onde andará Stephen Fry?
Por onde andará Stephen?

Música de agora: Flores -Titãs (com Marisa Monte)

Flores -Titãs

Olhei até ficar cansado de ver os meus olhos no espelho
Chorei por ter despedaçado
As flores que estão no canteiro

Os punhos e os pulsos cortados
E o resto do meu corpo inteiro
Há flores cobrindo o telhado
Embaixo do meu travesseiro
Há flores por todos os lados
Há flores em tudo o que eu vejo

A dor vai curar essas lástimas
O soro tem gosto de lágrimas
As flores tem cheiro de morte
A dor vai fechar esses cortes

Flores
Flores
As flores de plástico não morrem

Música de agora: Que Beleza- Tim Maia

Que Beleza- Tim Maia

Uh uh uh que beleza!!!
Uh uh uh que beleza!!!
uh uh uh que beleza!!!
uh uh uh que beleza!!!

Que beleza é sentir a natureza,
ter certeza pra onde vai e de onde vem.
Que beleza é vir da pureza,
e sem medo distinguir o mal e o bem.

Uh uh uh que beleza
Uh uh uh que beleza

Que beleza é saber seu nome
sua origem, seu passado e seu futuro.
Que beleza é conhecer o desencanto
e ver tudo bem mais claro no escuro

Uh uh uh que beleza
Uh uh uh que beleza

Abra a porta e vai entrando
felicidade vai brilhar no mundo
Que beleza! (2 x)

Uh uh uh que beleza
uh uh uh que beleza.

Música de agora: Pecado Capital – Paulinho da Viola

Pecado Capital – Paulinho da Viola

Dinheiro na mão é vendaval
É vendaval!
Na vida de um sonhador
De um sonhador!
Quanta gente aí se engana
E cai da cama
Com toda a ilusão que sonhou
E a grandeza se desfaz
Quando a solidão é mais
Alguém já falou…

Mas é preciso viver
E viver
Não é brincadeira não
Quando o jeito é se virar
Cada um trata de si
Irmão desconhece irmão
E aí!
Dinheiro na mão é vendaval
Dinheiro na mão é solução
E solidão!
Dinheiro na mão é vendaval
Dinheiro na mão é solução
E solidão!

Dinheiro na mão é vendaval
É vendaval!
Na vida de um sonhador
De um sonhador!
Quanta gente aí se engana
E cai da cama
Com toda a ilusão que sonhou
E a grandeza se desfaz
Quando a solidão é mais
Alguém já falou…

Mas é preciso viver
E viver
Não é brincadeira não
Quando o jeito é se virar
Cada um trata de si
Irmão desconhece irmão
E aí!
Dinheiro na mão é vendaval
Dinheiro na mão é solução
E solidão!
Dinheiro na mão é vendaval
Dinheiro na mão é solução
E solidão!
E solidão! E solidão!
E solidão! E solidão!
E solidão! E solidão!

Música de agora: Meu Mundo É Hoje – Paulinho da Viola

Meu Mundo É Hoje – Paulinho da Viola

Eu sou assim, quem quiser gostar de mim eu sou assim.
Eu sou assim, quem quiser gostar de mim eu sou assim.
Meu mundo é hoje não existe amanhã pra mim
Eu sou assim, assim morrerei um dia.
Não levarei arrependimentos nem o peso da hipocrisia.
Tenho pena daqueles que se agacham até o chão
Enganando a si mesmo por dinheiro ou posição
Nunca tomei parte desse enorme batalhão,
Pois sei que além de flores, nada mais vai no caixão.
Eu sou assim, quem quiser gostar de mim eu sou assim.

Músico, compositor e cantor Helder Brandão gira a roda da vida Feliz aniversário, amigo! – @HelderBrao

Sempre digo aqui que gosto de parabenizar neste site as pessoas por quem nutro amor ou amizade. Afinal, sou melhor com letras do que com declarações faladas. Acredito que manifestações públicas de afeto são importantes. Quem gira a roda da vida neste vigésimo segundo dia de maio é o Helder Brandão. Um brother muito querido e por isso lhe rendo homenagens, pois trata-se de um cara porreta!

Helder é oficial da policial militar, humanista, músico, cantor, compositor, amante de cerveja boa e de culinária refinada (só ver os faisões e javalis de todo local do mundo que ele cozinha), além de brother das antigas deste editor.

Helder é marido da Dóris, outra amiga minha, pai de três filhos (dia desses que me toquei que a talentosa Inaê está entre a prole), irmão da Dalva e um cara muito porreta. Conheci o figura ainda nos anos 90, na época que a gente era doideira. Como diz o escritor Fernando Canto: “de um tempo que fomos para sermos o que somos”.

Helder Brandão é linguista por formação; cursou Licenciatura Plena em Letras pela Universidade Federal do Amapá (Unifap). É letrista cartazista, Mestre em Letras – Linguagens na Amazônia – na linha de pesquisa Identidade Cultura e Memória pela Unifap.  E se aposentou como major e músico na Banda de Música da Polícia Militar do Amapá, participa como compositor e interprete de diversos festivais em nível local e nacional.

O amigo querido já colocou seu talento à disposição das obras de Sabatião, Nivito Guedes, grupo Raízes Aéreas, assim como a participação no DVD Especial da Música Amapaense e do show de 50 anos de Joãozinho Gomes e Val Milhomem.

Vez ou outra, nos encontramos. E é sempre um papo porreta. Por tudo que é, fez e faz, hoje rendo homenagens ao amigo.

Helder, mano velho, que teu novo ciclo seja ainda mais paid’égua. Que sigas pisando forte em busca dos teus objetivos e que tudo que couber no teu conceito de sucesso se realize. Que a Força sempre esteja contigo. Saúde e sucesso sempre. Parabéns pelo teu dia, amigo. Feliz aniversário!

Elton Tavares

Música de agora: São Benedito Bendito – (composição de Zé Miguel e Joãozinho Gomes) – Patrícia Bastos

São Benedito Bendito – (composição de Zé Miguel e Joãozinho Gomes) – Patrícia Bastos

Pelas horas que são Benedito
Pela a nossa missão Benedito
Pela a nossa nação Benedito
Ouça a nossa oração Benedito

Dê a nós atenção Benedito
Faça a nossa intenção Benedito
Ouça a nossa canção Benedito
Abra a nossa expansão Benedito

São Benedito bendito
Bendito São Benedito…

Nos livrai d’aflição Benedito
Dai-nos inspiração Benedito
Nos enchei de afeição Benedito
Nossa abolição Benedito

Eis a nossa expressão Benedito
Baque do coração Benedito
Choro de emoção Benedito
Toque de percussão Benedito