Nota da Escola Piratas da Batucada

A ESCOLA DE SAMBA PIRATAS DA BATUCADA, vem a público comunicar que conseguiu na justiça o direito de desfilar no Grupo Especial do Carnaval por ter sido a grande campeã de 2010. Apesar de termos sido punidos injustamente pela LIESA, que rasgou o próprio estatuto para prejudicar a Piratas da Batucada por meio do Conselho de Representantes, que não tem competência para rebaixar nenhuma escola, muito menos desclassificar. Conseguimos provar na justiça que fomos injustiçados. Portanto, servimo-nos desta Nota para convocar nossa comunidade a prestigiar, apoiar e torcer por outra grande vitória no desfile deste ano. Sabemos que nossa participação no Grupo Especial desagrada a muitos, porque Piratas da Batucada mantém-se mobilizado o ano todo para dar ao público o melhor que tem na avenida. Devemos à nossa Comunidade todo o agradecimento pela confiança depositada nesta Diretoria, assim como agradecemos o grande sucesso de vendas de nossas quase 2500 fantasias. Agradecemos ao Governo do Estado e aos nossos demais investidores pelos incentivos, e vamos justificar cada centavo investido no grande desfile que apresentaremos. Não queremos interferir nem trazer transtornos à grande festa do carnaval, queremos apenas o que nos é de direito como campeões. Somos uma grande Escola e daremos ao público o melhor carnaval já visto nesta Terra. Aos nossos adversários, nosso respeito, pois entendemos que nossas diferenças têm que ser sanadas na Avenida Ivaldo Veras, nosso palco. Mas também, que fique claro: somos PIRATAS! e, como tais, estamos preparados para tudo!!  Bom carnaval!!!

REGINALDO FRANÇA
Presidente

Piratão ganha na Justiça o direito de desfilar no grupo especial do Carnaval Amapaense

O Piratas da Batucada, minha escola do coração, ganhou na Justiça o direito de desfilar no grupo especial do carnaval amapaense. O impasse foi criado quando a escola foi acusada de comprar jurados em 2010, o que culminou no título daquele carnaval para a agremiação da zona Sul de Macapá.

Até hoje, nunca foi esclarecido se ocorreu o fato. Como punição, o Piratas da Batucada foi (ou quase) rebaixado para o grupo de acesso, onde a escola desfilaria este ano. “Determinar a Liesa que tome as providências para que a autora (Piratão) desfile no grupo especial do carnaval 2012“, diz a determinação judicial. Cumpra-se!!

Bom, se rolou a maracutaia dos jurados ou não, confesso que não sei. Só sei, como todos sabem, que o Piratas da Batucada é a escola de samba mais organizada do Amapá. A maior vencedora do carnaval amapaense e a mais querida. Por isso, comemoro, e muito a decisão judicial.

Verde rosas, laguinenses, entre outros, já devem estar cabreiros, pois já conhecem a força e organização do Piratão.  “Minha comunidade é guerreira, é emoção, bate no peito e diz: eu sou Piratão”.
Elton Tavares

Página especial da Agência Amapá para o Carnaval

Para dar mais dinamismo à cobertura do maior evento cultural do Amapá, a Agência Amapá de Notícias criou uma página especial contendo diversas informações.

No endereço, o você poderá ouvir o samba de enredo de sua escola preferida e acompanhar as notícias sobre o carnaval amapaense, além de fotos e vídeos que serão postados sobre o assunto.

Tudo isso disponível no endereço: http://www.agenciaamapa.com.br/carnaval2012

Festival de Samba Enredo: Piratas da Batucada é campeão

O Festival de Samba de Enredo reuniu as dez agremiações carnavalescas do Amapá para a disputa que escolhe tecnicamente o melhor conjunto musical de samba. Um público nunca antes visto em festival foi ao Sambódromo assistir e torcer pela sua escola em uma demonstração de democracia, paixão e espírito esportivo. Os jurados surpreenderam no resultado final e após um julgamento considerado difícil pela qualidade dos concorrentes, a vitória foi de Piratas da Batucada. Nenhum pedido de impugnação foi protocolado na Liesa por presidentes descontentes. 
Os quesitos melodia, letra e arranjo foram julgados por nove jurados, especialistas em sua área de atuação. Nenhuma escola ultrapassou o número de ritmistas ou de passadas. Duas penalidades foram sofridas. Uma por Piratas Estilizados por não apresentar na data limite a sinopse técnica; e  a outra por Maracatu da Favela, que demorou 25 segundos para começar a tocar depois de autorizado. Estilizados perdeu 1, o ponto e Maracatu ficou com menos 0,5 ponto.
O Governo do Estado, principal investidor do carnaval amapaense, disponibilizou diversos serviços para o sucesso do evento, como policiamento e infraestrutura. O público foi uma atração à parte e deu uma verdadeira  demonstração de respeito.  A cada escola que entrava no palco a frente mudava de cor junto com a torcida. Não houve problemas entre as torcidas  nem foram ouvidas vaias de adversários.
O presidente da Liesa, Orles Braga, em seu primeiro ano na condução do carnaval, considerou o evento uma prova de que com seriedade é possível realizar uma festa que tenha o respeito de todos e a credibilidade do público e investidores. O segundo lugar foi disputado tecnicamente por Boêmios do Laguinho e Império do Povo. O impasse foi decidido de acordo com o regulamento do Festival que avalia primeiramente o quesito letra. A escola santanense obteve mais notas 10 neste quesito que Boêmios.   
1º Lugar: Piratas da Batucada
2º  Lugar:  Império do Povo
3º Lugar: Boêmios do Laguinho
4º Lugar: Maracatu da Favela
Mariléia Maciel
Assessora de Comunicação
 

ESCOLAS DE SAMBA ENTREGARAM PROJETOS DE CARNAVAL NO PRAZO



Todas as escolas de samba filiadas à Liga Das Escolas de Samba do Amapá-LIESA entregaram no prazo os projetos de carnaval 2012. O prazo encerrou ontem, 15, às 18 horas. A secretária da Liesa, Fausta Mira, explicou que não ocorreu nenhum problema durante o fim de semana e que ela própria esteve fazendo o recebimento da chamada planta baixa das escolas durante o sábado e o domingo, inclusive fora do horário comercial.

O projeto de carnaval é o detalhamento da apresentação de cada escola, quantidade de alas, carros, destaques, comissão de frente e outros itens. O projeto auxilia no direcionamento do desfile e organiza o carnaval das escolas de samba.  Baseado nele os jurados fazem o julgamento dos quesitos e se orientam na hora de dar a nota. O projeto impresso e em mídia tipo CD foi conferido na frente de cada presidente ou representante de escola pela secretária para evitar problemas posteriores.

As primeiras escolas que entregaram os projetos foi Maracatu da Favela e Solidariedade, no dia 14 de janeiro. Ontem a Liesa abriu as portas de 9:00 às 13:00, com intervalo para o almoço até 14:00, quando esteve disponível novamente até 18:00. Ontem a escola Unidos do Buritizal entregou às 15:10; Império do Povo, às 15:36; Piratas da Batucada, às 15:44; Boêmios do Laguinho, às 15:50; Embaixada de Samba, às 16:00; Império da zona Norte às 16:40; Piratas Estilizados, às 17:20, e Emissários da Cegonha às 17:47.    

“Estamos garantindo e mostrando lisura e seriedade em nosso trabalho, conferimos todos os CDs para verificarmos se não havia qualquer erro. Dos projetos impressos foram conferidas todas as páginas”, disse Fausta. 

Mariléia Maciel
Assessora de Comunicação-LIESA
Mais informações: 8116-6687/9125-6015/8807-7152

MUSA DO CARNAVAL FOI ELEITA PELA LIESA


Nauva Alencar, representante da AABB, é a Musa do Carnaval 2012. Eleita no último sábado, 14, ela disputou o título com mais seis candidatas e se destacou por preencher todos os quesitos que estavam sendo julgados. Beleza plástica, elegância, fantasia e coreografia, foram apresentados por Nauva com muito samba na passarela que levaram os cinco jurados a dar nota 10 para praticamente todos os itens. Além da motocicleta zero quilômetro, Nauva ganhou uma passagem para Belém e um kit de cosméticos. A partir de agora ela assume o lugar que Luciana Jardim ocupava há seis anos na Corte do Carnaval.

O concurso voltou a ser realizado por determinação da diretoria da Liga das Escolas de Samba do Amapá-LIESA que decidiu eleger a nova Musa que reina durante um ano. Nauva estará presente em toda a programação do carnaval oficial ao lado do Rei Momo, Raimundo Sucuriju e do Cidadão do Samba, Aureliano Neck. Gracyane Barbosa, rainha da Bateria da Unidos da Tijuca, do Rio de Janeiro disse que foi uma disputa difícil, uma vez que as candidatas se apresentaram dentro do padrão exigido em concursos de beleza.

Nauva Alencar tem 30 anos, e é acadêmica de Educação Física. O tema desfilado por ela foi “Minha Vida o Samba”, Gian Franco foi o estilista,  Arnanda de Cássia fez a maquiagem e a coreografia da Musa. O segundo lugar ficou com Josilene Modesto, da Império da Zona Norte,  que ganhou um passagem para o Rio de Janeiro, e o terceiro quem levou foi Amanda Neves, da escola de samba solidariedade.

Mariléia Maciel
Assessora de Comunicação-LIESA

Eu sou Piratão!

Estive presentes em muitos desfiles, desde que eles eram realizados na Avenida Fab.

Eu adoro Carnaval, principalmente o de rua. Amo o Piratas da Batucada, minha escola do coração, que acompanho desde 1990. Este ano, estarei em alguma ala da agremiação da zona Sul, pois eu sou Piratão!

Elton Tavares

Ordem de apresentação das candidatas à musa do Carnaval é definida

A ordem de desfile das candidatas ao título de Musa do Carnaval 2012 foi definida ontem (10), através de sorteio. As sete candidatas estiveram presentes no ensaio em conjunto onde também foi feito a escolha. Os coordenadores Cléia Figueiredo e Charles Pantoja foram os responsáveis pelo sorteio na presença das concorrentes e acompanhantes.



A premiação será de 1 moto para o 1º lugar; 1 passagem MCP/RJ/MCP, para a 2ª colocada e 1 passagem MCP/FTLZ/MCP para a terceira colocada. Além destes prêmios, a vencedora estará em todo o material publicitário, impresso e veiculado em TVs do Governo do Estado em parceria com a Liga das Escolas de Samba do Amapá -LIESA.


Ficou definida da seguinte maneira a ordem de apresentação:

1-    Fabíola Soares – Embaixada de Samba
2-    Amanda Cruz – Império Solidariedade
3-    Nauva Alencar – AABB
4-    Josilene Modesto – Império da Zona Norte
5-    Tiana Campos – Bloco Mancha Negra
6-    Kelly Pantoja – Unidos do Buritizal
7-    Marciane Salazar – Emissários da Cegonha
O concurso Musa do Carnaval 2012 será no próximo sábado, 14 de  janeiro, na sede da Aseel, a partir das 21:00. As mesas podem ser encontradas em qualquer agência credenciada à Agência Brasileira de Viagens- ABAV/AP ao preço de R$ 70,00. Os ingressos individuais estão sendo comercializados a R$ 10,00 (meia).  
Mariléia Maciel
Assessora de Comunicação-LIESA

Piratas da Batucada comemora 38 anos de folia

A minha escola de samba do coração em Macapá, é a Associação Recreativa Piratas da Batucada – ARPB, que comemora hoje, 31, a partir das 20h, na praça Nossa Senhora da Conceição no bairro Trem, seus 38 anos de fundação.

A história do “Piratão” como é carinhosamente chamada por seus brincantes, iniciou a partir do rótulo da garrafa do Ron Montilla, bebida muito consumida em 1962, pelos boêmios e fundadores da escola Jeconias Alves de Araújo, autor dos primeiros sambas da escola, Walber Damasceno Duarte, Zê, Antonio Pinheiro, conhecido como “Pancho”, e pelo Artista Plástico Raimundo Braga de Almeida, o R.Peixe.

No entanto, foi Somente em 31 de março de 1973, a escola teve sua data de fundação e seu nome oficializados, como Associação Recreativa Piratas da Batucada, tornando-se a partir daí maior “papão” de títulos do carnaval amapaense, se eu não me perdi nas contas, foram no total de 14 títulos em 1987, 1988, 1989, 1990, 1991, 1993, 1994, 1997,1998, 2000, 2001, 2002, 2004 e 2006…ufa!!! Caso eu tenha esquecido de algum campeonato, refresquem a minha memória aí. Para quem está em Macapá, e gosta dessa escola como eu, prestigiem a escola nessa comemoração e divirtam-se por mim é claro!
Meu comentário: Sou Piratão desde que me entendo por gente. Desfilo na Escola desde 1990, quando o Carnaval ainda era realizado na Avenida Fab. Parabéns aos Piratas da Batucada e ao povo da zona Sul, onde moro.

Bora para A Banda!

                              Por Elton Tavares
A Banda – Acervo: Edgar Rodrigues.

É hoje! Chegou o dia do ápice do Carnaval amapaense, A Banda. Vamos curtir a folia pelas ruas de Macapá. Ah, eu sei que é clichê postar a letra do velho Chico, mas não dava para fugir né? Aí vai:

 

A Banda – Acervo: Edgar Rodrigues.

A Banda – Composição: Chico Buarque

Estava à toa na vida
O meu amor me chamou
Pra ver a banda passar
Cantando coisas de amor
A minha gente sofrida
Despediu-se da dor
Pra ver a banda passar
Cantando coisas de amor
O homem sério que contava dinheiro parou
O faroleiro que contava vantagem parou
A namorada que contava as estrelas parou
Para ver, ouvir e dar passagem
A moça triste que vivia calada sorriu
A rosa triste que vivia fechada se abriu
E a meninada toda se assanhou
Pra ver a banda passar
Cantando coisas de amor
Estava à toa na vida
O meu amor me chamou
Pra ver a banda passar
Cantando coisas de amor
A minha gente sofrida
Despediu-se da dor
Pra ver a banda passar
Cantando coisas de amor
O velho fraco se esqueceu do cansaço e pensou
Que ainda era moço pra sair no terraço e dançou
A moça feia debruçou na janela
Pensando que a banda tocava pra ela
A marcha alegre se espalhou na avenida e insistiu
A lua cheia que vivia escondida surgiu
Minha cidade toda se enfeitou
Pra ver a banda passar cantando coisas de amor
Mas para meu desencanto
O que era doce acabou
Tudo tomou seu lugar
Depois que a banda passou

E cada qual no seu canto
Em cada canto uma dor
Depois da banda passar
Cantando coisas de amor
Depois da banda passar
Cantando coisas de amor…

Tudo isso vai passar e 2012 marcará o resgate do samba no Amapá

Piratas da Batucada, minha escola do coração – Foto: alcinea.com
Vai Passar – Composição: Chico Buarque e Francis Hime

Vai passar nessa avenida um samba popular

Cada paralelepípedo da velha cidade essa noite vai se arrepiar

Ao lembrar que aqui passaram sambas imortais

Que aqui sangraram pelos nossos pés

Que aqui sambaram nossos ancestrais

Num tempo página infeliz da nossa história,

passagem desbotada na memória

Das nossas novas gerações

Dormia a nossa pátria mãe tão distraída

sem perceber que era subtraída

Em tenebrosas transações

Seus filhos erravam cegos pelo continente,

levavam pedras feito penitentes

Erguendo estranhas catedrais

E um dia, afinal, tinham o direito a uma alegria fugaz

Uma ofegante epidemia que se chamava carnaval,

o carnaval, o carnaval

Vai passar, palmas pra ala dos barões famintos

O bloco dos napoleões retintos

e os pigmeus do boulevard

Meu Deus, vem olhar, vem ver de perto uma cidade a cantar

A evolução da liberdade até o dia clarear

Ai que vida boa, ô lerê,

ai que vida boa, ô lará

O estandarte do sanatório geral vai passar

Ai que vida boa, ô lerê,

ai que vida boa, ô lará

O estandarte do sanatório geral… vai passar

Carnaval mágico!

Imagem: UOL
Em homenagem ao cinema, a Escola de Samba Unidos da Tijuca realiza um desfile mágico. Mais uma vez, a exemplo do ano passado, o carnavalesco Paulo Barros deu show! O enredo “Esta noite levarei sua alma” foi inspirado em duas vertentes: o cinema e o medo.
Imagem: G1
Se não bastasse a comissão de frente perfeita, efeitos surpreendentes e os carros alegóricos coreografados, o samba-enredo da Tijuca é perfeito, sambão porreta mesmo:

Tá com medo de quê?
O filme já vai começar
Você foi convidado
Caronte no barco não pode esperar
Apague a luz, a guerra começou
Sob o capuz, delira o diretor
No filme que passa piada em cartaz
Pavor me abraça, isso não se faz
No espaço se vai, é a força que vem
Meu medo não teme ninguém
É o boom! Quem não viu? A casa caiu
Com a bomba na mão o vilão explodiu
O plano de fuga é jogo de cena
“Um Deus nos acuda”? Agita o cinema
Ele volta, revolta mistério no ar
Dos milharais uma estranha visão
Mais uma vez olha a encenação
Morrer de amar faz o povo gargalhar
Pare! Eu pego vocês, grita o mau condutor
Mas deu tudo errado, não há outro lado
Esse povo me enganou
Eu sou brasileiro, amor tijucano
Roteiro sem ponto final
Coitado o barqueiro entrou pelo cano
E brinca no meu carnaval
Eu sou Tijuca, estou em cartaz
Sucesso na tela meu povo é quem faz
Sou do Borel, da gente guerreira
A pura cadência levanta poeira